www.jornalocal.com.br / Cultura / Cinema / Autocine Paulínia exibe três curtas em “Sexta do Terror”

Autocine Paulínia exibe três curtas em “Sexta do Terror”

O Autocine exibirá, na sexta-feira, dia 24 de julho, no estacionamento do Paulínia Shopping, três curtas metragens do diretor Flávio Carnielli. A sessão, chamada “sexta-feira do terror”, tem início as 23:40 e os espectadores assistem aos filmes dentro de seus veículos. O ingresso será de R$ 35,00 por carro.

Serão exibidos três curtas metragens do diretor – “Eternidade” (2017), “Boneca” (2019) e “Antônia” (2020) –   que circularam por festivais nacionais e internacionais de terror, como o receberam diversos prêmios, todos realizados na região e com atores locais.

“Para mim, é uma oportunidade incrível e a realização de um sonho. Apesar de morar em Paulínia, nunca exibi um filme aqui. Agradeço demais ao Marcelo Dias, proprietário da rede, por apoiar o cinema independente e os artistas da região, ainda mais em um momento tão delicado quanto esse.”, revela o diretor.

A iniciativa do cinema em formato de drive, muito comum nos Estados Unidos, é parte da estratégia da rede Top Cineplex para se adequar às exigências de saúde da pandemia. Os espectadores assistem aos filmes em um telão no estacionamento do shopping, dentro de seus carros e sintonizam o áudio no rádio, respeitando assim o isolamento social.

Eternidade (2017, 13 min.) – Um casal separado pela morte é capaz de tudo para se reencontrar. Baseado no cinema expressionista alemão.

Com: Filastor Brega, Amanda Costa e Andrea Sesso. Censura: 14 anos

Vencedor dos prêmios de “Melhor Filme” e “Melhor Desenho de Som” (Festcine Pinhais), “Melhor Filme”, “Melhor Direção”, “Melhor Ator” e “Melhor Maquiagem FX” (Festival POE), Prêmio do Júri Popular na categoria terror no Festival Take Únco Internacional. Exibido no México e na Itália.

Boneca (2019, 24 min.) – A vida de Raquel toma um rumo terrível quando ela se vê cativa de Gregório, um escultor de bonecas vivas, que lhe apresenta suas concepções sobre a beleza e a total submissão.

Com: Marília Viana, Hélcio Henriques, Sérgio Vergílio, Andre Luis e Natália Mariotto

Censura: 16 anos

Vencedor do prêmio de melhor filme no Festival Espantomania e melhor atriz no Navidades Sangrientas (Espanha). Finalista do BUT Film Festival, da Holanda. Exibido em nove países.

Antônia (2020, 9 min) – Interior do Brasil, século XIX. Após perder a filha e a neta para a varíola, um casal de idosos decide abandonar suas crenças e tomar uma medida drástica contra o que consideram uma injustiça divina.

Com: Wagner Kampynas, Violeta Nagai, Ana Flávia Passos e Anne Passos. Censura: 10 anos

Selecionado para os festivais BUT Film Festival, da Holanda e Kannibal Fest, da Alemanha. Finalista do Festival Mazzaropi.               

Sobre Jornal Local

Veja também

Acervo com raridades do colecionador de discos Zeca Leal é aberto ao público

A plataforma organizou as mostras “A Arte da Capa”, que mostra a inventividade das capas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *