www.jornalocal.com.br / Cultura / Itaú Social recebe inscrições para edital Leia para uma Criança 2021

Itaú Social recebe inscrições para edital Leia para uma Criança 2021

Completando dez anos, programa terá edição temática com obras sobre o universo negro e indígena. Editoras podem submeter seus títulos até o dia 21 de outubro 

O Itaú Social está com inscrições abertas para o Edital Leia para uma Criança 2021, que selecionará os livros infantis que farão parte da campanha nacional de incentivo à leitura no próximo ano. Completando 10 anos, o programa terá uma edição temática, voltada à seleção de livros que abordem conteúdos relacionados ao universo negro e indígena. Editoras de todo o país, exceto as contempladas no último edital, podem submeter até cinco títulos, até às 18 horas do dia 21 de outubro, pelo site leiaparaumacrianca.prosas.com.br.

“Optamos por abordar estas temáticas neste edital porque reconhecemos a importância e a urgência de refletir sobre questões étnicas e raciais desde a primeira infância. O livro é um agente transformador potente para proporcionar diálogos entre o mediador e a criança”, destaca Dianne Melo, coordenadora de Engajamento Social e Leitura do Itaú Social.

Serão selecionadas duas obras: um livro de literatura indígena e um de literatura negra. Os títulos podem ter sido publicados recentemente ou reeditados, devem ter até 50 páginas e ser voltados a crianças de 0 a 6 anos de idade. Está prevista a aquisição de até dois milhões de exemplares de cada título selecionado. As editoras contempladas também devem ceder os direitos para a produção de até 10 mil livros em braile e em formato acessível para leitores com deficiência.

A campanha Leia para uma Criança é realizada há 10 anos, em outubro, pelo Banco Itaú e o Itaú Social. O objetivo é incentivar a leitura do adulto para a criança como uma oportunidade de fortalecimento dos vínculos familiares e de participação ativa na educação desde a primeira infância.

Ao longo deste período, já foram distribuídos mais de 57 milhões de livros, entre coleções regulares, em braile, acessíveis, para crianças e famílias, escolas públicas, bibliotecas e organizações da sociedade civil de todo o Brasil. Em 2019, as edições exclusivas de “Leo e a Baleia”, de Benji Davies, e “O Tupi que Você Fala”, de Claudio Fragata, compuseram os kits.

Inscrição e seleção

Para completar a inscrição, é necessário preencher o formulário eletrônico no leiaparaumacrianca.prosas.com.br e enviar um exemplar de cada livro inscrito para o endereço indicado no regulamento. 

A seleção ocorrerá em seis fases e terá participação de especialistas em literatura infantil, profissionais da educação, representantes da sociedade civil e profissionais com reconhecido trabalho na literatura e na educação com enfoque étnico-racial. A primeira etapa irá conferir se os livros inscritos atendem aos critérios básicos de triagem: temática elegível e condizente com o foco do edital, características literárias do texto, qualidade visual do projeto gráfico e das ilustrações.

Os passos seguintes serão a conferência documental, análise jurídica de direitos autorais e homologação, avaliação de grupos focais regionais e adequações para compra e negociação. Os dez livros finalistas seguirão para uma negociação conduzida pela área de compras do Itaú Social, onde serão considerados o valor negociado, o orçamento do programa e todos os subsídios do processo de análise e seleção. Se houver empate, o parecer técnico dos especialistas será utilizado.

Sobre Jornal Local

Veja também

Acervo com raridades do colecionador de discos Zeca Leal é aberto ao público

A plataforma organizou as mostras “A Arte da Capa”, que mostra a inventividade das capas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *