www.jornalocal.com.br / Cultura / 4ª edição do Festival de Música Infantil Peixe-Boi celebra a cultura popular em formato online e grátis

4ª edição do Festival de Música Infantil Peixe-Boi celebra a cultura popular em formato online e grátis

Artistas de destaque no cenário nacional, cujos trabalhos buscam o resgate, a preservação e a difusão da cultura popular e regional brasileira, integram a programação do festival.

O Festival de Música Infantil Peixe-Boi chega à sua 4ª edição com estreia no mês das crianças, no dia 12 de outubro, e segue até final de dezembro, apresentando trabalhos em vídeo de 10 artistas ou grupos, atuantes no universo da música infantil.

Os vídeos dos musicais serão disponibilizados gratuitamente no canal do projeto, a partir das 12 horas dos dias programados. Para assistir, basta fazer a inscrição no canal www.youtube/culturainfantil.

Artistas de destaque no cenário nacional, cujos trabalhos buscam o resgate, a preservação e a difusão da cultura popular e regional brasileira, integram a programação do festival. Entre eles: Grupo Girasonhos, Lili Flor & Paulo Pixu, Paulo Bira/Brasileirinhos, Meu Pequeno Coração Caipira, Cia. Cabelo de Maria, Grupo Capucheta/Henrique Menezes, Pé de Vento e Cris Barulins & Giba Pedroza.

Quatro vídeos abrem a programação, no dia 12/10, e serão seguidos pela publicação de três novos vídeos por semana, até o final da temporada, totalizando 30 trabalhos no total. São musicais inéditos, atrações de nichos e estilos variados com música para crianças, passando pela cantiga de roda, roda de histórias, teatro de bonecos, mamulengo, literatura popular, folclore e outras manifestações artísticas.

O Festival de Música Infantil Peixe-Boi, contemplado pelo ProAC, com o apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, previa uma circulação por sete cidades do estado, mas foi formatado em versão online, devido à pandemia do coronavírus. 

Programação | 4º Festival de Música Infantil Peixe-boi

Temporada: 12 de outubro a 31 de dezembro

Horário de disponibilização dos novos vídeos: 12h

Onde: https://www.youtube.com/culturainfantil

Inscrição/acesso: Grátis. Classificação: Livre.

 
Outubro

12/10 – Giba Pedroza & Cris Barulins: Maré

12/10 – Cia. Cabelo de Maria: Mosquitinho

12/10 – Lili Flor & Paulo Pixu: Seu Tatu

12/10 – Grupo Capucheta: Brincou na Flor

14/10 – Paulo Bira e Brasileirinhos: Tatu-bola

16/10 – Grupo Girasonhos: Qual a Diferença?

19/10 – Grupo Pé de Vento: Vida Maluca

21/10 – Lili Flor & Paulo Pixu: Dois Gatos

23/10 – Paulo Bira e Brasileirinhos: Urubú-rei

26/10 – Cia. Cabelo de Maria: Curupira

28/10 – Grupo Girasonhos: Tesouros de Outros Ouros

30/10 – Grupo Capucheta: O Violão Perguntou

Novembro

02/11 – Paulo Bira e Brasileirinhos:Cachorro-do-mato-de-orelha-curta

04/11 – Cia. Cabelo de Maria: Lobisomem

06/11 – Grupo Pé de Vento: Criancinhas

09/11 – Grupo Girasonhos: Medo, Medinho, Medão

11/11 – Giba Pedroza & Cris BarulinsPiões bailarinos

13/11 – Lili Flor & Paulo Pixu: Elefante

16/11 – Grupo Capucheta: Ciranda Bela Rosa Amarela

18/11 – Cia. Cabelo de Maria: Mariana Ventania

20/11 – Giba Pedroza & Cris Barulins: Piu…Piu…Piu!

23/11 – Grupo Pé de Vento: Dança Balança

25/11 – Cia. Cabelo de Maria:Xadrez

27/11 – Giba Pedroza & Cris Barulins: Planeta Peteca

30/11 – Cia. Cabelo de Maria:Mulinha

Dezembro – a programação será divulgada oportunamente.

Os grupos/artistas

Cia. Cabelo de Maria – Renata Mattar e Gustavo Finkler fundaram a Cia. Cabelo de Maria, em 2007, com a proposta de compartilhar a pesquisa musical feita por Renata em mais de 20 anos de viagens pelo Brasil, registrando músicas da tradição popular. O grupo trabalha com a música regional brasileira. Arrasta-pé, coco, xote, baião e marchinhas formam a variedade de ritmos em um repertório cheio de diversão, que faz crianças e adultos participarem cantando e brincando.

Paulo Bira e Brasileirinhos – Paulo Bira apresenta um show com canções que contam histórias e trazem curiosidades e características de animais da fauna brasileira que correm o risco de extinção. O trabalho é fruto da versão musicada dos poemas da coleção Brasileirinhos – Poesias para os Bichos Mais Especiais da Nossa Fauna, escritos por Lalau e ilustrados por Laura Beatriz. Em continuidade ao projeto, Bira deu som e vida a alguns desses bichos/poemas em diversos ritmos musicais no CD Brasileirinhos – Música para os bichos do Brasil, Volume 1, indicado ao Grammy Latino 2010, na categoria Melhor Álbum de Música para Crianças, e, posteriormente, no Volume 2, com mais 16 poemas musicados.

Meu Pequeno Coração Caipira – Fugindo dos estereótipos, a proposta do espetáculo é fazer uma celebração da cultura tradicional caipira, longe dos estereótipos e rótulos, por meio de canções, causos, modinhas, adivinhas, simpatias e trava-línguas em uma apresentação repleta de humor e poesia. A intenção é levar o público a um mergulho nesse universo tão presente no cotidiano de muitos e na formação da identidade cultural do nosso povo, em momentos ímpares de humor, encantamento e brasilidade.

Lili Flor & Paulo Pixu – Quem nunca brincou com trava-línguas, parlendas ou adivinhas? Reconhecendo o valor destes jogos linguísticos para o desenvolvimento da linguagem, criatividade e imaginação, os artistas fizeram uma longa pesquisa sobre as brincadeiras linguísticas na cultura popular brasileira e em alguns países latino-americanos, nos quais circularam em festivais culturais e conheceram muitos artistas, suas poesias e canções. Brinquedos de Palavra é um show musical no qual Lili Flor, Paulo Pixu e banda convidam a cantar e dançar, ouvir histórias enroscadas, trava-línguas e parlendas. Um encontro interativo, com a cultura brasileira e latino-americana, para pais e filhos brincarem juntos com os artistas.

Grupo Girasonhos – Criado em 1995, o Grupo Girasonhos resgata a milenar tradição oral de contar histórias. As músicas fazem parte do espetáculo Canta Girasonhos que reúne parte do repertório musical do grupo ao longo de seus 20 anos de trabalho. O repertório traz as principais músicas, vinhetas e poesias compostas para os personagens das histórias que o grupo criou ao longo dessas duas décadas.

Grupo Capucheta – O Grupo Capucheta traz para o universo das crianças histórias e cantigas da cultura popular, inspiradas em tradições como o bumba meu boi, a ciranda, o coco e o cacuriá. Fundado por Henrique Menezes, artista maranhense radicado em São Paulo, músico, compositor e arte-educador, pertencente a uma família de artistas populares, o grupo conta também com o pernambucano Junior Kaboclo – no pife, no sax e na flauta – e o paulista Matheus Luz – nas cordas.

Pé de Vento – O grupo Pé de Vento realiza um trabalho musical para o público infantil e infanto-juvenil com uma linguagem que tem como inspiração a diversidade de gêneros regionais da cultura popular brasileira, entre eles o baião, coco, batuque, cacuriá e o bumba meu boi, jongo. O repertório é formado por composições autorais e cantigas de domínio público.

Cris Barulins & Giba Pedroza – Pela primeira vez, Cris Barulins e Giba Pedroza se apresentam juntos, e trazem ao público números do projeto Uns Versins e Uns Barulins. Acompanhados pelo percussionista Claudinho Martins, o duo apresenta canções resultantes de uma pesquisa de repertório de músicas da tradição oral da cultura musical popular de diversas regiões do Brasil e canções autorais elaboradas a partir do estudo da musicalidade contemporânea e dos clássicos infantis, além de histórias, contos e poesias.

Ficha técnica

Idealização/realização: Pôr do Som. Direção artística: Sérgio Mendonça. Produção executiva: Sérgio Mendonça. Direção de produção: Leonardo Escobar. Assistência de produção: José Marcos Pires Bueno. Projeto gráfico e comunicação: Patrick Karassawa. Direção de arte: Nani Oliveiras. Cenografia: Júlio Dojcsar. Ilustrações: Leticia Rita. Gravação e edição de áudio: Estúdio 185. Técnico de som: Beto Mendonça. Câmeras: Marina Casagrande. Edição e finalização: Beto Mendonça e Marina Casagrande. Assessoria de imprensa: Eliane Verbena. Apoio: ProAC – Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo.

Sobre Jornal Local

Veja também

Acervo com raridades do colecionador de discos Zeca Leal é aberto ao público

A plataforma organizou as mostras “A Arte da Capa”, que mostra a inventividade das capas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *