quarta-feira , 20 junho 2018
Home / Blogs / Cidades / Campinas recebe a Maratoninha pela 12ª vez

Campinas recebe a Maratoninha pela 12ª vez

Décima segunda edição

Campinas é a oitava etapa da Maratoninha 2018. Estreamos na cidade paulista em 2007. Esta já é a 12ª edição da Maratoninha campineira. A prova será realizada no dia 27 de maio, no Parque Taquaral – Portão 6 da Lagoa – Kartódromo, às 9 horas da manhã. Esperamos reunir uma média de 1400 crianças na competição. O Circuito Caixa de Maratoninha é o maior evento de corrida infantil do País.

 

Madrinha e medalhista olímpica – Thaíssa Presti

Thaíssa Presti chamou a atenção nas corridas escolares com apenas 4 anos de idade. Mas antes de ingressar no atletismo, teve passagens também pelo futebol e pela natação. Nas Olimpíadas de Pequim ficou com o bronze no revezamento 4×100, medalha que chegou somente 9 anos depois, com a desclassificação das russas por exame antidoping.

Mas Thaíssa não fez bonito apenas no exterior. Aqui, em seu país de origem, ela foi seis vezes campeã e cinco vezes vice-campeã do Troféu Brasil de Atletismo, sempre no revezamento 4×100. Também já foi medalha de ouro nos Campeonatos Ibero-Americano e Sul-Americano.

 

Maratoninha Sobre Rodas

A “Maratoninha Sobre Rodas” agora é parte integrante do Circuito. O percurso de bicicleta foi inaugurado em 2016, em Teresina, no mês de agosto, e repetimos a experiência nas etapas subsequentes. Deu tão certo que, em 2017, ela esteve em quase todas as cidades-sede e foi um sucesso absoluto.

O número de baterias da corrida de bike varia em cada cidade. Em Sorocaba, por exemplo, já chegamos a fazer quatro largadas. Em outras, fizemos apenas uma. Mas em todas elas, sempre foi uma corrida cheia de emoções.

 

Inclusão Social

O grande mérito da Maratoninha é o trabalho de inclusão social que ela faz. Noventa por cento dos participantes são crianças inseridas em projetos sociais financiados pelo Estado, pela iniciativa privada ou por pessoas que fazem um trabalho de assistência a crianças de famílias carentes ou em situação de risco. Além de democratizar o esporte e gerar mais saúde física e mental, a Maratoninha é um meio de ascensão escolar e social.

 

Breve histórico

A Maratoninha foi idealizada por Jamil Elias Suaiden, proprietário da GV2 Produções, organizadora do evento. Ex-ciclista profissional e representante do Brasil nas Olimpíadas de Atlanta (1996), Jamil inaugurou a Maratoninha em outubro de 2002, em comemoração ao Dia das Crianças, em Brasília. Mais de 800 crianças de vários projetos sociais da cidade participaram. No ano seguinte, eram 1500 crianças de 6 a 12 anos de idade.

Em 2004, com o projeto para a criação do Circuito Maratoninha, o campeonato já alcançava cinco cidades brasileiras. A partir daí o número de cidades que abraçou a ideia não parou de crescer. Em 2008, a Maratoninha esteve presente em 18 cidades brasileiras. Em 2012, 21. Agora são 23 etapas percorrendo o país de norte a sul.

Sobre Jornal Local

Veja também

Plano de Manejo da APA Campinas tem audiência pública nesta 2ª feira

A Prefeitura de Campinas, por intermédio da Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *