www.jornalocal.com.br / Blogs Jornal Local / Cidades / Sinalização de Zona Azul recebe QR Code para consulta dos pontos de venda credenciados

Sinalização de Zona Azul recebe QR Code para consulta dos pontos de venda credenciados

A leitura é feita a partir do aplicativo nativo da câmera. Em alguns dispositivos, é necessário baixar um aplicativo de leitura. 

Os pontos de venda do cartão para uso do estacionamento rotativo pago agora podem ser consultados instantemente, pela câmera do celular. Gradativamente, as placas de sinalização vertical da Zona Azul estão recebendo um QR Code, que pode ser escaneado para consulta rápida e in loco dos estabelecimentos credenciados mais próximos.  

A novidade já foi implantada na sinalização existente em trechos das vias Dr. Quirino, Dr. Costa Aguiar e General Osório, na região central. Gradativamente, trechos de outras oito vias receberão a sinalização com QR Code – Dr. Thomaz Alves, Ernesto Kuhlmann, Tiradentes, Padre Vieira, Visconde do Rio Branco, Ferreira Penteado, Antônio Cesarino, além da Praça Felipe Selhi (Álvares Machado x Cônego Cipião).

O QR Code é um código de barras em 2D que, ao ser lido pela câmera de celulares com sistema Android ou iOS, permite a visualização de páginas da internet e outros conteúdos. A leitura é feita a partir do aplicativo nativo da câmera. Em alguns dispositivos, é necessário baixar um aplicativo de leitura. 

A leitura do QR Code impresso nas placas de Zona Azul direciona o usuário para um mapa que indica os pontos de venda credenciados em Campinas. A tecnologia identifica a localização atual do usuário, permitindo a seleção dos pontos mais próximos para consulta do endereço e horário de funcionamento. 

Trata-se de mais uma ação apoiada no tripé inovação, simplificação de processos e redução de custos, adotado pela Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) nos últimos anos. O uso do QR Code para facilitar o acesso da população aos pontos de venda foi proposta por um colaborador da empresa, que atua como agente da Mobilidade Urbana.  

Atualmente, são cerca de 70 pontos de venda credenciados. A relação completa também pode ser consultada no site da Emdec, na seção “Trânsito”, “Zona Azul”, “Relação de postos de venda”. E ainda por meio do aplicativo da Emdec, disponível para download no Google Play e App Store. A opção “Zona Azul – Pontos de Venda” traz o mapeamento dos estabelecimentos credenciados. 

Estacionamento rotativo 

O Sistema de Estacionamento Rotativo de Campinas (Zona Azul) foi implantado em 1995, com o objetivo de democratizar a utilização do solo público e facilitar o acesso da população à região central do município. A Zona Azul disponibiliza, atualmente, em torno de 1,9 mil vagas aos motoristas, divididas entre as regiões central e Guanabara. 

Na região central, as vagas estão distribuídas no trecho que compreende as vias Júlio de Mesquita, Dr. Moraes Salles, Irmã Serafina, Aquidaban, João Jorge, Andrade Neves, Orosimbo Maia, Anchieta e Barreto Leme. No Jardim Guanabara, a Zona Azul atinge todas as vias do quadrilátero entre a avenida Barão de Itapura e as ruas José Paulino, Prefeito Passos e Barão de Parnaíba (sem contar esta última), a Praça Mauá e a Rua Mário Siqueira.

Cada local tem um tempo determinado de permanência, que pode ser de 1h, 2h ou 5h. Para utilizar o sistema, o motorista paga o valor único e fixo de R$ 4,00 pelo cartão da Zona Azul, à venda nos pontos credenciados. O cartão deve ser preenchido pelo motorista e deixado em local visível no interior do veículo, para conferência dos agentes da Mobilidade Urbana.

Sobre Jornal Local

Veja também

Números do novo coronavírus voltam a crescer em Campinas

O número de pessoas recuperadas chegou a 41.977 (274 a mais). Cento e sessenta e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *