quarta-feira , 12 dezembro 2018
Home / Cidades / Prefeitura de Campinas premia vencedores do concurso Memorial Carlos Gomes

Prefeitura de Campinas premia vencedores do concurso Memorial Carlos Gomes

Autor: Alberto Dini, Sandro Acosta e Donizeti Vieira
O prefeito Hélio de Oliveira Santos premiou na tarde desta quinta-feira, dia 14 de setembro, os arquitetos campineiros Pedro Paulo Manieri, Carlos Adriano Lazanha e Daniela Salgado Galli, autores dos trabalhos de artes plásticas vencedores do concurso nacional Memorial Cultural Carlos Gomes. O evento foi promovido na Sala Azul, localizada no 4º andar do Paço Municipal.
Daniela Salgado não participou da cerimônia de premiação por se encontrar fora do país. Cada artista vencedor recebeu como prêmio R$ 10 mil. Eles irão, a partir de agora, trabalhar na confecção das peças em tamanho ampliado que farão parte do Memorial. A obra será inaugurada no dia 8 de dezembro deste ano, nas proximidades da avenida Princesa D’Oeste e do Viaduto São Paulo, mais conhecido como Laurão. Os monumentos estão orçados em R$ 150 mil.
O prefeito elogiou os artistas por terem a sabedoria e a criatividade de representar de forma brilhante em seus trabalhos as obras primas de Carlos Gomes: Maria Tudor, Lo Schiavo e O Guarani. \”Vocês terão o nome inscrito na história da cidade e sempre serão citados nas homenagens prestadas ao maestro e compositor\”, destacou.
Dr. Hélio disse também que se sentia orgulhoso por fazer parte de uma administração municipal que tem por meta desenvolver atividades que visem homenagear e pagar a dívida que o País e a cidade tem para com Carlos Gomes.
O coordenador de Comunicação e secretário municipal de Cultura, Esportes e Lazer, Francisco de Lagos, agradeceu o apoio que as pessoas de diversos segmentos da sociedade deram para a realização do concurso, especialmente o presidente da Sanasa, Luiz Augusto Castrillon Aquino, pelo patrocínio da empresa na promoção, produção e implantação do memorial.
O professor e integrante da comissão que avaliou os trabalhos, José Alexandre dos Santos Ribeiro, parabenizou o governo municipal pela iniciativa de prestar uma homenagem significativa a Carlos Gomes em sua terra natal.
De acordo com a Secretaria Municipal de Cultura, Esportes e Lazer, a comissão julgadora – integrada por Agnaldo Farias, José Alexandre dos Santos Ribeiro, Joaquim Manoel Guedes Sobrinho, Alcimara Souzas Cohen e Renata Alves Sunega – avaliou 33 trabalhos inscritos no concurso. Concorreram esculturas de artistas de São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba, entre outras cidades brasileiras.
Segundo a titular da Coordenadoria de Extensão Cultural da Pasta, Renata Sunega, os materiais variaram entre mármore, concreto, bronze, latão e ferro, com expressões que vão do figurativo ao abstrato.
Conforme os autores vencedores, \”as três obras foram elaboradas a partir do mesmo material básico – metal – e buscam a interatividade com o observador mediante estabelecimento de relações sensoriais que não se limitam ao contato visual. Cada uma, em suas peculiaridades, é uma escultura viva a ser visitada.\”
Os autores disseram ainda que as esculturas trabalham com elementos que representam Carlos Gomes e sua identidade com Campinas, além da evolução do artista, desde sua terra natal ao reconhecimento internacional, criando assim uma dualidade entre as escalas local e global.
De acordo eles, a escolha do material – latão in natura no caso da peça que faz referência a O Guarani – se deu pela possibilidade de criar efeitos sonoros, configurando o Memorial Carlos Gomes não só como elemento visual.
\”As três esculturas devem se relacionar entre si, criando continuidade visual e definindo o espaço público de interesse urbano, criando, dessa forma, variedade dentro do conceito de unidade\”, comentaram os vencedores.
Currículos
Carlos Adriano Lazanha nasceu em Campinas em 1969, cursou três anos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo na PUC-Campinas e atua como designer na área de Arquitetura de Eventos e Soluções em Madeira, com amplo domínio em Técnicas Construtivas.
Já Daniela Salgado Galli nasceu em 1974, também em Campinas. Além de se formar em Arquitetura e Urbanismo pela PUC-Campinas, estudou também na Technische Universiteit em Delft, Holanda e fez estágio em Amsterdam, Rotterdam e Milão.
Pedro Paulo S. Mainieri nasceu em Campinas em 1973. Cursou também a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da PUC-Campinas, onde foi bolsista de Iniciação Científica por três anos. Nestes 10 anos de experiência profissional, alia Pesquisa Acadêmica Teórica com a realidade prática do mercado de trabalho, como na Especialização Latu Sensu em Urbanismo pela Pucc em 1999.
Exposição
Os trabalhos vencedores, juntamente com outros 16 protótipos selecionados entre os 55 inscritos, estarão expostos a partir desta sexta-feira, dia 15 de setembro, na galeria do Centro de Convivência Cultural, que fica na praça Imprensa Fluminense, no Cambuí.
Participaram também da cerimônia de premiação os secretários municipais de Comércio, Indústria, Serviços e Turismo, Sinval Dorigonr, e de Cooperação Internacional, Romeu Santini; o vereador José Carlos Siva, que representou o presidente da Câmara Municipal, Dário Saadi; integrantes de diversos órgãos municipais e de entidades de classe, além de familiares e amigos dos artistas vencedores do concurso.

Sobre Sandra Venâncio

Veja também

Emdec realiza Operação Volta às Aulas

Com o recomeço do ano letivo, após o período de férias julinas, a Empresa Municipal …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *