quarta-feira , 21 agosto 2019
Home / Gastronomia / N45: o negroni criado artesanalmente

N45: o negroni criado artesanalmente

Assinado por César Griffo, marca aposta em receitas exclusivas e originais
para garantir equilíbrio e sabor

Negroni, o clássico drinque italiano, não é simples de ser preparado. A combinação perfeita deve ser minuciosa para resultar em uma bebida equilibrada. Mesmo para o aspirante a alquimista e apaixonado por sabores intensos como César Griffo a combinação perfeita não foi fácil de ser encontrada.  Para compor o N45 –  negroni preparado com gim, vermute e bitter criados por Griffo com receitas exclusivas – 45 combinações foram necessárias para acertar o ponto entre o intensidade e frescor.  O resultado é possível encontrar nas garrafas de 500ml e 1L que levam toda a excelência de uma bebida preparada no bar para dentro de casa.

Foi criando receitas artesanais de destilados que Cesar Griffo percebeu que a química de seus experimentos poderiam render bons ingredientes para seus drinques. Matemático por formação e mixologista por mais de 10 anos, Griffo aprendeu como desenvolver receitas muito jovem, quando o pai o ensinou como preparar vermute. De lá para cá, muitas receitas foram criadas para “afinar” o produto. Enquanto o vermute descansava no barril de carvalho, Cesar ainda desenvolvia variações de gim e bitters, e combiná-los foi o passo mais trabalhoso. “As primeira versões do negroni ficaram muito amargas. Algumas ficaram doces demais. Para acertar, passamos por vários testes. Ingredientes foram adicionados, ervas retiradas até que o processo de mistura de todos os componentes garantisse sabor, aroma e originalidade”, relembra Cesar.


Para virar negócio, Cesar contou com a ajuda de Leandro Faria, o administrador e empreendedor apaixonado por negroni. Ele foi a primeira pessoa a degustar o drinque produzido pelo César e percebeu o potencial para transforma-lo em uma marca. “Hoje, produzimos o negroni em uma fábrica, mas nos preocupamos em manter a originalidade e as receitas artesanais desenvolvida pelo César.  Ter ingredientes que foram desenvolvidos do zero são o nosso diferencial”, ressalta Leandro.

Para o produto chegar às garrafas, gim, vemute e bitter de N45 passam por um longo processo de produção. A receita do gim contém mais de 10 botânicos que são infusionados separadamente por três semanas. O bitter leva ervas, raízes e flores,  já o vermute, leva mais de 20 ervas e descansa em barris de carvalho por cerca de três meses.

N45 está à venda nos melhores empórios e delicatessens no valor de R$99,00 para 500ml e R$159 para 1litro. O produto também pode ser encontrado no site https://www.n45.com.br

Como degustar

N45 pode ser degustado de várias formas, leve de teor alcoólico ele pode ser consumido puro ou ser combinado com tônica, espumante e até café, sempre com gelo.

Sobre Jornal Local

Veja também

Ribeirão Preto recebe 10ª edição do ‘Comida di Buteco’

Conheça os 24 participantes do concurso que acontece de 12 de abril a 5 de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *