Home / Cultura / Cinema / Documentários sobre viola estreiam em Campinas

Documentários sobre viola estreiam em Campinas

A importância dos mestres, os desafios dos aprendizes, os pactos e impactos da viola – a vida de um violeiro. Eis alguns dos temas abordados pelos cinco documentários que serão exibidos nos dias 09 e 10 de dezembro de 2017, às 19 horas, no Centro Cultural Casarão, em Barão Geraldo, Campinas-SP. As sessões têm entrada franca e não é necessária a retirada de ingressos com antecedência.

Frutos do projeto Intergerações Viola Paulista – Etapa Campinas, os curtas apresentam narrativas e performances de violeiros da região de Campinas-SP que contam, cantam e ponteiam sentimentos e memórias. Dentre os entrevistados, Tião Mineiro, João Arruda, Paulo Freire, João Paulo Amaral, Renival Cruz, Marcos Ricardo, Messias da Viola, Thiago Rossi, Candeeiro, e a dupla Joãozinho e Geraldinho.

“Eu entendo o mestre como um professor. Um professor das coisas que não estão escritas. Se você quer agradecer um mestre, junte pessoas interessadas de verdade e ouve o que ele tem a dizer. Quer honrar um mestre? Leve adiante aquilo que ele te ensinou.” (Marcos Ricardo, presente no documentário Mestre conselheiro)

O lançamento dos filmes integra a programação cultural Casarão das Violas, no Centro Cultural Casarão. No sábado, dia 09 de dezembro, às 19 horas, serão exibidos os curtas Como nascem as toadas, A música do ser e Pacto cobra, com duração total de uma hora. Após a sessão, a noite segue com a apresentação do projeto Violada – Circuito autoral das violas brasileiras, que promove encontros de violeiros independentes. Evento sem a cobrança de ingressos, com contribuição espontânea ao final.

“O guizo você tem que ganhar de um amigo. Você mesmo matar a cobra não dá certo. De preferência, receber de um amigo que não seja invejoso, amigo de verdade… Para o guizo te proteger da inveja e melhorar o som da viola. Mas para dar certo a simpatia, você tem que ressuscitar o guizo e fazê-lo ir morar dentro da sua viola – sem botar a mão nele.” (João Paulo Amaral, depoimento presente no documentário Pacto cobra)

No domingo, dia 10 de dezembro, às 19 horas, serão exibidos os curtas Mestre conselheiro e O toque do violeiro, também com duração total de uma hora. Após a sessão, a noite segue com uma Roda de Violeiros com João Arruda, Domingos de Salvi, Thiago Rossi, Messias da Viola, Renival Cruz, Tião Mineiro, a Companhia dos Santos Reis Azes do Brasil (Campinas-SP), Marcos Ricardo, Paulo Freire, Zé Esmerindo e convidados.

“A gente tem que descobrir o Brasil. Descobrir significa tirar o que está em cima. Por que estão jogando tanta coisa… E a gente tem uma riqueza muito grande que precisa ser descoberta, para trazer ela de volta. ” (Paulo Freire, presente no documentário O toque do violeiro)

O evento vídeo-musical também marca o lançamento do DVD Intergerações Viola Paulista – Etapa Campinas. Os quinhentos exemplares produzidos serão distribuídos gratuitamente a mais de duzentas instituições culturais do estado de São Paulo, além de comunidades e colaboradores e colaboradoras envolvidas na pesquisa. Após as exibições de estreia, os documentários serão publicados na íntegra no You Tube, no Vimeo e no site www.camaraclara.org.br/violapaulista.

Os filmes resultam dos processos gerados na Oficina de Documentário, Viola e Canção realizada no Centro de Cultura Caipira e Arte Popular / Museu da Cidade, no distrito de Joaquim Egídio em maio de 2017. As atividades desenvolvidas ofereceram um panorama sobre a presença da viola nas diferentes regiões do Brasil, suas variadas formas, denominações, afinações e modos de tocar, bem como levaram os participantes a refletir sobre aspectos éticos, técnicos e estéticos da produção audiovisual e temas como memória, envelhecimento e relações intergeracionais. Práticas de entrevista com violeiros foram realizadas em diversos pontos da cidade e uma roda de viola, memória e canção, atividade prática de registro audiovisual, contou com a participação especial do Grupo de Catira São Gonçalo, de Campinas-SP.

O projeto Intergerações Viola Paulista – Etapa Campinas é uma realização do Proac – Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo e Governo do Estado de São Paulo – Secretaria da Cultura, produzido por artistas e pesquisadores do Instituto Câmara Clara e Instituto Voamundo, com o apoio do Centro de Cultura Caipira e Arte Popular / Museu da Cidade / Secretaria de Cultura / Prefeitura de Campinas, e do Centro Cultural Casarão. Os audiovisuais tiveram Direção, Fotografia e Edição de Daniel Choma, com Direção de Pesquisa Musical de Domingos de Salvi, Direção de Pesquisa e Produção de Tati Costa e Sara Melo, Câmera Adicional de Marcos Franco Moschetti.

Serviço

O quê: exibição de lançamento dos documentários Como nascem as toadas, Pacto cobra, A música do ser, Mestre conselheiro e O toque do violeiro, frutos do projeto Intergerações Viola Paulista – Etapa Campinas.

Data: 09 e 10 de dezembro de 2017 (sábado e domingo).

Horário: às 19 horas.

Local: Centro Cultural Casarão, em Barão Geraldo, Campinas-SP – Rua Maria Ribeiro Sampaio Reginato, s/n, bairro Terras do Barão, em frente ao bairro Vila Holândia (aproximadamente 1,5 km após a placa “Km 15” da Estrada da Rodhia).

Sobre Jornal Local

Veja também

Filmes de Quentin Tarantino e Paul Thomas estão na mostra da CPFL

  A mostra Cinema e Reflexão, do #cinecpfl, apresenta nesta semana filmes dos diretores norte-americanos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *