Home / Esportes / Filme mostra como os corintianos transformaram todos os estádios em sua casa

Filme mostra como os corintianos transformaram todos os estádios em sua casa

Com depoimentos de Basílio e Cássio, documentário mostra a trajetória do Corinthians até a inauguração da Arena, em Itaquera

O documentário “A História de Um Sonho – Todas as casas do Timão” conta a trajetória do Sport Club Corinthians Paulista em todos os estádios que jogou até a inauguração da Arena Corinthians em 2014, mostrando que onde o clube joga consegue transformar, com apoio de sua torcida, em sua própria casa.

Ídolos como Vampeta, Marcelinho Carioca, Basílio e Cássio estão presentes no documentário relembrando jogos históricos nos mais diversos estádios em que o Corinthians se consagrou.

Com direção de Ricardo Aidar e Marcela Coelho, o filme é conduzido com histórias da construção da Arena Corinthians e também são relembrados os jogos e conquistas na Vila Belmiro, nas invasões da torcida ao Maracanã em 1976 e 2000, o título do mundial no Japão em 2012, as primeiras conquistas os inúmeros títulos levantados no estádio do Morumbi até as mais atuais vitórias em Itaquera, sem esquecer da importância que a Fazendinha, antigo estádio do time, tem para o clube e para os torcedores.

A diretora Marcela Coelho explica sobre a emoção de poder contar estas histórias. “Falar sobre o Corinthians é enfatizar a força, a luta, a fé, a esperança, a persistência e a garra, presentes nos corações alvinegros. Esse filme é uma declaração de amor ao torcedor corinthiano, uma espécie de agradecimento pela fiel parceria.”

“A História de Um Sonho – Todas as Casas do Timão” tem produção da LEP Filmes, coprodução da Canal Azul e estreia dia 06 de junho pelo Projeta às 7, parceria da distribuidora Elo Company e da Cinemark, que abre uma nova janela para o cinema nacional e oferece sessões de segunda à sexta-feira, às 19h, em 20 salas de Cinemark de 19 cidades e preços especiais de R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia).

“A História de Um Sonho – Todas as casas do Timão” entrará na programação de 30 salas da Cinemark: São Paulo (Shoppings Aricanduva,  Eldorado, Market Place, Metrô Tatuapé, Santa Cruz, SP Market, Shopping D e Tietê Plaza), Rio de Janeiro (Downtown), Aracaju (Shopping Jardins), Belo Horizonte (Pátio Savassi), Brasília (Píer 21), Campinas (Iguatemi), Campo Grande (Shopping Campo Grande), Cuiabá (Shopping Goiabeiras), Curitiba (Shopping Muller), Goiânia (Shopping Flamboyant), Guarulhos (Internacional Shopping), Londrina (Boulevard Londrina), Manaus (Studio 5), Natal (Midway Mall), Porto Alegre (Barra Sul), Recife (Riomar), Ribeirão Preto (Novo Shopping), Salvador (Salvador Shopping), Santo André (Grand Plaza), Santos (Praiamar),  São Caetano (ParkShopping), São José dos Campos (Colinas) e Vitória (Shopping Vitória).

SINOPSE

A torcida Corinthiana, afamada por sua paixão sem limites que invade corações e territórios, tem por tradição fazer de qualquer lugar do planeta a sua morada. Do Oiapoque ao Chuí, no Brasil ou no Japão, “A Fiel” joga junto!

Com a participação de jogadores, ídolos, comissão técnica, e torcedores “A História de um Sonho – Todas as Casas do Timão” traça a saga do Sport Club Corinthians Paulista desde a sua origem no terrão da várzea, passando pelos estádios em que fez história, como Maracanã, Morumbi, o então Palestra Itália, Vila Belmiro, Yokohama, entre outros, até a inauguração de uma das arenas mais modernas do mundo. Enfim, o “Bando de Loucos” reencontra um solo para chamar de seu.

FICHA TÉCNICA

Produção: LEP Filmes

Coprodução: Canal Azul

Direção: Ricardo Aidar e Marcela Coelho

Produção: Liz Reis e Ricardo Aidar

Direção de Fotografia: Flávio Murilo Freitas e Humberto Bassanelli

Produção Executiva: Jefferson Pedace e Liz Reis

Som Direto: Pixuto e Ricardo Fabiano Nascimento

Direção de Produção: Marcela Coelho

Montagem: Fernando Teshainer e Caio Rodriguez

Direção de Arte: Tiago Fernandes

Trilha Original e Mixagem: Duda Mark

Finalização: Dharma Cinematografia

Distribuição: Elo Company

Realização: Ancine; Governo do Estado de São Paulo

Patrocinadores: Aços Groth; Besni; Grupo BFA; Nacional Tubos; Quartzolit

NOTA DA DIRETORA

“Desde o primeiro contato até o dia da entrevista, torcedores, jornalistas, jogadores e ex-jogadores, se mostraram entusiasmados para compartilhar histórias. Cássio, por exemplo, agora maior campeão da história do Corinthians, ressaltou a rápida adaptação do time à Arena e como os jogadores fizeram para aproveitar a atmosfera provocada pela torcida”.

“O filme recapitula a trajetória do Corinthians desde sua origem operária, passando por seu primeiro estádio, o Campo do Lenheiro, que inclusive contou com a força de trabalho de seus jogadores para ser “erguido”. Ponte Grande e Fazendinha, vieram na sequência. Quando listamos estas três principais casas, não falamos apenas de espaços físicos. Resgatamos memórias afetivas. Ao mencionarmos as façanhas protagonizadas pelo Corinthians nos estádios dos principais adversários, e mundo afora, falamos também sobre superação”.

OS DIRETORES

MARCELA COELHO

Marcela Coelho é jornalista e produtora de conteúdo para TV, cinema e internet, entre outras plataformas. Atuou como diretora de produção dos títulos “Palmeiras – O Campeão do Século”, “1976 – O Ano da Invasão Corinthiana”, “Libertados”, “Preto no Branco”, “Garrincha do Timão”, “Onde a Moeda Cai em Pé – A História do São Paulo Futebol Clube” e “Santos de Todos os Gols”. Ainda no campo esportivo, participou da produção da série “100 anos de Seleção Brasileira” exibida na Fox e Nat Geo e finalista do prêmio APCA.

Compôs a equipe de produção do longa metragem “Travessia” adaptação da peça “Grande Sertão: Veredas”, ambos dirigidos por Bia Lessa. Foi assistente de produção do “Mov3l MTV”, programa com temas cotidianos para o universo jovem, produzido pela Conspiração Filmes para a MTV. Despertou interesse em roteiro e direção após trabalhar com figuras de destaque na história do cinema brasileiro, como Kátia Lund e Lina Chamie. Chega para aumentar a representatividade feminina no cenário audiovisual nacional.

RICARDO AIDAR

Formado em Administração de Empresas pela FGV é sócio- fundador da produtora Canal Azul, e fundador da Associação Brasileira das Produtoras Independentes de Televisão.

São mais de 50 obras como produtor executivo, com destaque para “Rebelião de Tubarões” exibido no Discovery Channel e vencedor do melhor documentário no Festival da Amazônia; “Spinner Dolphins” ganhador da Palma de Bronze no festival de Antibes na França; “Todas as manhãs do Mundo” série em parceria com a produtora Bonne Pioche; “Crianças Invisíveis” longa em coprodução com a Gullane Filmes, além das séries “O Continente Gelado” de Amyr Klink, “Pelos Caminhos de Che”, e “Across the Amazon”, todos em coprodução com o Canal National Geographic.

Em 2010, dirigiu o longa “Todo Poderoso: o filme – 100 anos de Timão” com distribuição pela Fox Films do Brasil. Em 2013 fez a direção geral de “100 anos de Seleção Brasileira” – série de 5 episódios exibidos na Fox e Nat Geo e finalista do prêmio APCA. Em 2014 dirigiu “Libertados”, documentário de 90 minutos em parceria com a Rede Globo de Televisão. Em 2016, dirigiu “1976 – O Ano da Invasão Corinthiana”. Em maio de 2019, mais um filme do diretor será lançado, “A História de um Sonho – Todas as Casas do Timão”.

NOTA DOS DEPOENTES

“É muita conquista fora de casa que (os estádios) acabam virando nossa casa também” – Thomaz Rafael, jornalista

“O sonho de fazer aquele jogo (de inauguração), vem desde o primeiro tijolo que a gente colocou aqui” – Luis Paulo Rosenberg, ex-diretor de marketing

“E nesse meio tempo eles (fundadores do Corinthians) já tinham ideia de alugar um terreno baldio e transformar esse terreno baldio no primeiro campo que ganhou o apelido de campo do lenheiro” – Fernando Wanner, historiador do Corinthians

“A emoção de jogar na Fazendinha é muito mais forte do que jogar em qualquer outro ponto. E eu assisti, vivi isso e dentro da Fazendinha a torcida incendeia muito mais o time” – Mário Gobbi, presidente de 2012 a 2015

“O corintiano tinha orgulho do Parque São Jorge, mas felizmente com o tempo a torcida foi crescendo tanto e o povo abraçando tanto o Corinthians que realmente o Parque São Jorge ficava inviável para se ter jogos” – Andrés Sanchez, presidente da diretoria

“A gente como visitante chegava e virava a casa do Corinthians, então onde a gente ia era nosso lugar” – Diego Harms, integrante do Canal Vilinha

“Se o Corinthians fez do Japão a sua casa, o seu Pacaembu, a sua Fazendinha ou a sua Arena do outro lado do mundo, não dá para duvidar de mais de nada” – Renato Tortorelli, humorista e radialista

“A gente adaptou nosso estilo de jogo para jogar no nosso estádio. Até hoje a maioria dos times que vai jogar lá tem muita dificuldade porque a gente já tem o padrão de jogo, já conhece muito bem o estádio, o gramado, o estilo, imprime um ritmo bem maior porque já conhecemos. É uma vantagem nossa, a nossa casa então temos que usufruir de tudo” – Cássio, jogador

LEP FILMES

Produtora especializada na área cultural, ativa no mercado desde 2005 em espetáculos teatrais. Em 2010 iniciou a produção de projetos audiovisuais e segue com ambas as atividades.

A diretora e produtora Liz Reis concebeu e realizou as produções teatrais: “Tudo que dói” do autor e diretor Mário Bortolotto, contemplado no prêmio Zé Renato, inédito em circulação; “A Serpente”, de Nelson Rodrigues com direção de Lavínia Pannunzio; “Joana D’Arc”, de Friedrich Von Schiller; “São Paulo Surrealista”, com texto e direção de Marcelo Marcus Fonseca em que foi codiretora e “La Ronde”, de Arthur Schnitzler, com direção de Marcelo Marcus Fonseca.

Dentro do campo audiovisual, a LEP Filmes fez grandes parcerias com produtoras renomadas, como a Limonada Suíça, Canal Azul, Saravá e com os canais de televisão ESPN e National Geographic. Em sua filmografia, a produtora tem obras dos mais diversos temas: “Onde a moeda Cai em Pé – a história do São Paulo Futebol Clube”, “Amanhã Chegou”, “Santos de Todos os Gols” “100 anos de Seleção Brasileira”, “4x Timão”, “Campeão do Século”, “Todas as manhãs do mundo”, “Viajantes radicais: pelos caminhos de Levis Straus” , “Águas do Brasil”, “12 de Junho de 93 – O dia da paixão palmeirense”, “Libertados”, “Meninos da Vila”, “Preto no Branco” e “Meninas de Ouro”.

Em produção executiva e coproduções estão os projetos da Onze:Onze Filme, o filme “Whisky e Hamburguer” de Mario Bortolotto com direção Caue Angeli.

Atualmente, a LEP Filmes estreará um documentário que trata de futebol e paixão “A História de um Sonho – Todas as Casas do Timão”. E o próximo longa a ser lançado será “Respeita as Minas”, projeto também ligado ao alvinegro paulista com previsão de  lançamento em 2020.

Ainda em em 2019, LEP Filmes será coprodutora dos projetos “Cordialmente Teus”, um longa-metragem com direção Aimar Labaki, e o telefilme “A Pior das Intenções”, de Mario Bortolotto.

CANAL AZUL

Especializada na criação e produção de conteúdo audiovisual para Cinema, TV e Internet. Fundada em 1995, consagrou-se por suas produções sobre meio ambiente, natureza, aventura, esportes, história e ciência. Durante 15 anos foram percorridas inúmeras regiões do Brasil e do mundo gravando imagens marcantes e contando muitas histórias.

Demos a volta ao mundo com Amyr Klink, mergulhamos nos mares mais remotos do planeta com Lawrence Wahba, refizemos os caminhos de Che Guevara na América Latina, cruzamos a Amazônia e refizemos o lendário caminho de Levis Straus para chegar nas tribos indígenas do Brasil. Através das lentes de Haroldo Palo Jr, mostramos também toda a riqueza da fauna e flora brasileira. São mais de 50 obras, entre documentários, séries e programas, realizadas em parceria com os maiores grupos de comunicação do Brasil e do mundo, como ESPN, Band, Globo, Globosat, Record, TV Cultura, Discovery Channel, Nat Geo, ZDF, Bonne Pioche e Grupo Fox, veiculadas em mais de 130 países e em 35 línguas.

A partir de 2009, a Canal Azul passou a produzir filmes que falam da paixão nacional: o futebol. Desde então, lançou vários filmes sobre o Corinthians, Santos e Palmeiras, se preparando agora para o lançamento do primeiro filme do São Paulo Futebol Clube e Flamengo. Em 2014, lançou a série oficial para comemorar os 100 Anos da Seleção Brasileira, em coprodução com a Nat Geo.

Documentamos também a saga da olimpíada de 1968, no México e recentemente o documentário “Meninas de Ouro”, contando a história do primeiro título mundial conquistado pela seleção brasileira de handebol feminino na Sérvia, em 2013, ambos em coprodução com a ESPN.

ELO COMPANY

Empresa especializada em produção e distribuição audiovisual fundada por Ruben Feffer, Flavia Feffer e Sabrina Nudeliman. No mercado há 13 anos, conta com uma estrutura completa de desenvolvimento de conteúdo, curadoria, planejamento de distribuição e vendas nacionais e internacionais. São mais de 400 títulos em seu lineup, entre eles “O Menino e o Mundo”, “S.O.S: Mulheres Ao Mar 2”, e o documentário “Espaço Além: Marina Abramovic e o Brasil”, além de títulos de importantes produtoras brasileiras, como RT Features, Paranoid e Ananã. Seu longa mais recente é “Tito e os Pássaros”, exibido em grandes festivais como o de Annecy, Toronto e Los Angeles, além de ser premiado no Anima Mundi e pré-indicado ao Oscar de 2019. Para o próximo ano, a Elo prevê lançar 30 títulos nos cinemas, com destaque para “Rio Santos”, “Cravos”, “Torre das Donzelas” e “Mussum – O Filme do Cacildis”. A Elo Company tem entre seus principais objetivos conectar produções brasileiras com o mercado internacional e desenvolver novos modelos de negócios, como o Selo ELAS e o Projeta às 7. O Selo ELAS tem o intuito de fomentar projetos de longa-metragem com direção feminina e teve o seu primeiro lançamento em 2018, com o filme “Amores de Chumbo”. O Projeta às 7, iniciativa em parceria com a Cinemark, também começou em 2018 com o objetivo de ressaltar o cinema nacional e já lançou mais de 14 filmes dos mais diversos gêneros – do terror ao documentário esportivo.

PROJETA ÀS 7

Iniciativa da Cinemark e Elo Company que abre uma nova janela para o cinema brasileiro. Os filmes participantes são de diversos gêneros, vindos de norte a sul do Brasil, dirigidos por homens e mulheres consagrados ou iniciantes, e ganham sessões de pré-estreia de segunda a sexta-feira, às 19h, com preços especiais de R$ 12 e exibição simultânea em 20 salas de cinema em 19 cidades do Brasil: São Paulo (Shoppings Eldorado e Santa Cruz), Rio de Janeiro (Downtown), Aracaju (Shopping Jardins), Belo Horizonte (Pátio Savassi), Brasília (Pier 21), Campinas (Iguatemi), Campo Grande (Shopping Campo Grande), Cuiabá (Shopping Goiabeiras), Curitiba (Shopping Miller), Goiânia (Shopping Flamboyant), Londrina (Boulevard Londrina), Natal (Midway Mall), Porto Alegre (Barra Sul), Recife (Riomar), Ribeirão Preto (Novo Shopping), Salvador (Salvador Shopping), Santos (Praiamar), São José dos Campos (Colinas) e Vitória (Shopping Vitória).

Sobre Jornal Local

Veja também

eSports: mercado de jogos competitivos está em ascensão

O jogo Fortnite, por exemplo, desenvolvido pela Epic Games, ganhará um mundial em 2019. O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *