quinta-feira , 25 abril 2019
Home / Esportes e Lazer / Longines Xtreme Teams’ Challenge abre temporada do hipismo

Longines Xtreme Teams’ Challenge abre temporada do hipismo

O inédito evento terá oito disputas com a primeira na 4 a 7 de abril. As 13 equipes, dentre elas uma formada somente por mulheres, vão unir atletas profissionais, amadores e jovens talentos do esporte

A nova e emocionante modalidade de competição por equipes vai colocar cavaleiros e amazonas profissionais lado a lado com jovens promessas e amadores extremamente competitivos e com nível de habilidade altamente qualificado.

O evento inédito foi criado e está sendo organizado pelo cavaleiro olímpico Álvaro Affonso de Miranda Neto, o “Doda”, pelo diretor executivo, André Beck, e pela diretora de marketing, Denize Severo de Miranda, ambos sócios na competição.

“O Longines Xtreme Teams’ Challenge garante um espaço importante para que os novos talentos possam competir lado a lado com as grandes estrelas do hipismo brasileiro, incentivando a exposição dos jovens atletas a competições por equipes. Assim, estes jovens e promissores cavaleiros/amazonas das categorias de alto rendimento da modalidade Saltos de Obstáculos poderão se beneficiar da experiência e do conhecimento dos melhores da modalidade em atividade no Brasil”, diz Doda.

“O conceito Pro-Am do Longines Extreme Team’s Challenge permite juntar em uma mesma equipe cavaleiros profisisonais, alguns com larga experiência internacional e vitórias em Jogos Panamericanos e Olímpicos, com jovens das categorias de base, que no futuro certamente representarão o Brasil nas principais competições internacionais, e também com amadores. Esta proximidade ao longo de toda a temporada, com consequente transmissão de know-how e intercâmbio de experiências, certamente irá elevar o nível técnico do esporte no Brasil”, reforça o cavaleiro olímpico Doda.

Além do fomento ao esporte e da valorização dos principais cavaleiros, amazonas e cavalos, o Longines XTC vai desenvolver ações de Responsabilidade Social e destinar um parte da renda arrecadada para as atividades relacionadas à Equoterapia dos clubes onde as competicões serão realizadas.

O Longines XTC contará com 7 etapas e um Playoff, que serão realizados, de abril a dezembro, sendo seis em São Paulo, uma no Rio de Janeiro e uma em Curitiba, sob a supervisão da Federação Paulista de Hipismo, Federação Equestre do Estado do Rio de Janeiro e Federação Paranaense de Hipismo, com a chancela da Confederação Brasileira de Hipismo. Compostas por 7 a 10 atletas, 13 equipes participarão do primeiro campeonato.

As equipes têm nomes vinculados ao esporte hípico, em latim. São elas: Passion, Exitum, Fortuna, Vitae, Imperium, Equus, Artem, Aurum, Opus, Audacius, Opportuna, Crystallini e Auxilium. Grandes estrelas do hipismo nacional estarão presentes em todas as competições do Longines XTC. O evento está recebendo a elite do esporte nacional, sendo alguns deles candidatos às equipes brasileiras que disputarão os Jogos Pan Americanos 2019, em Lima, e os Jogos Olímpicos 2020, em Tóquio, como José Roberto Reynoso Fernandes Filho, José Luís Guimarães de Carvalho, Mariana Cassettari, Felipe Juares de Lima, Doda Miranda, Cesar Almeida, Luís Pimenta Alves, Stephan Barcha, Thiago Mesquita, Fábio Sarti e Karina Johannpeter. Karina, aliás, faz parte da equipe Passion, a única formada apenas por mulheres.

As provas vão acontecer nos principais clubes hípicos das cidades citadas: Sociedade Hípica Paulista e Clube Hípico de Santo Amaro, em São Paulo; Sociedade Hípica Paranaense (em Curitiba); e Sociedade Hípica Brasileira, no Rio de Janeiro. O Playoff final, de 5 a 8 de dezembro, será realizado na Hípica Paulista.

A premiação total estimada do Longines XTC 2019 é de R$ 2 milhões, sendo R$ 800 mil nas competições do evento; R$ 700 mil para a classificação final do Ranking Anual e R$ 500 mil no Playoff.

Legendas das fotos em anexo:

Doda Miranda nas Olimpíadas do Rio 2016 – crédito: Emerson Emerim

Doda Miranda, idealizador do LXTC e Denize Severo de Miranda, diretora de marketing do LXTC, sócios do evento / crédito: Emerson Emerim

André Beck, diretor executivo do LXTC e Doda Miranda, idealizador do LXTC, sócios do evento / crédito: Wilson Spinardi Junior

Sobre Jornal Local

Veja também

PM impede torcida do Sport de Recife de protestar contra reforma de Bolsonaro

Faixa “Torcedor/a é trabalhador/a e também quer se aposentar”, levantada durante a partida entre o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *