www.jornalocal.com.br / Moda / Mãe de Neymar seria nova Sugar Mommy do momento

Mãe de Neymar seria nova Sugar Mommy do momento

Enquete apurou que 68% dos pesquisados acreditam que a relação de Nadine e Tiago é movida pelo interesse

Nadine Gonçalves, 52 anos, mãe do jogador Neymar, assumiu recentemente o seu relacionamento com Tiago Ramos, de 23 anos. A notícia gerou muita polêmica, principalmente por causa da idade e da condição financeira do casal. Certamente não causaria tanta discussão se fosse o caso de um homem com uma mulher muito mais jovem.

As mulheres são julgadas o tempo todo por suas escolhas, apesar de terem conquistado tanto espaço na sociedade. Fica a sensação de que, depois de uma certa idade, deixam de ter o direito à felicidade, o direito de buscar relacionamentos que fujam do “padrão” tradicional.

As sugar mommies do site de relacionamento Meu Patrocínio o – mulheres maduras, bem-sucedidas, poderosas, independentes financeiramente e determinadas – conhecem bem as cobranças por optar por uma relação com homens mais jovens. Mas, ao mesmo tempo, não abrem mão da sensação de liberdade para escolher o que mais lhes convém.

Encontrar um parceiro mais novo, segundo elas, traz como benefício um entusiasmo pela vida que parecia ter ficado esquecido nos longos e tediosos casamentos que tiveram anteriormente.

Em uma enquete realizada em sua plataforma, apurou que 68% dos pesquisados acreditam que a relação de Nadine e Tiago é movida pelo interesse. O amor só fala mais alto para 38% dos respondentes. Para 90%, Nadine tem todas as características de uma sugar mommy e Tiago, por sua vez, se enquadra perfeitamente no perfil de um sugar baby. Apesar dos rótulos, 90% admitem que as mulheres sofrem um preconceito maior ao escolher homens mais jovens e, ao mesmo tempo, a maioria (98%) reconhece que as pessoas podem (e devem) amar quem quiser.

Definir os seus próprios caminhos, muitas vezes no sentido oposto àquele que a sociedade espera, ainda tem um custo alto para as mulheres. Direitos e deveres para homens e mulheres deveriam ser iguais e respeitados, principalmente no que se refere às escolhas da vida, mas ainda existe um longo percurso para a desconstrução de preconceitos.

E, mais do que ninguém, elas vivenciam julgamentos constantes quando se trata das suas opções de relacionamento. Críticas são comuns para as mulheres que resolveram adotar o relacionamento sugar como padrão em suas vidas. Elas têm o poder de decidir o que querem, sem imposições a respeito de como devem viver! Ter consciência do que desejam e como fazer para conquistar é libertador para as mulheres que sabem se desvencilhar de estereótipos!

Sobre Jornal Local

Veja também

No Brasil, a cada 8 horas uma mulher é morta só por ser mulher, aponta estudo

As mulheres negras são as que mais morrem, são 61% das vítimas, contra 38,5% de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *