www.jornalocal.com.br / Mundo Animal / Mundo Animal / Ford mostra como conciliar produção com preservação de animais selvagens

Ford mostra como conciliar produção com preservação de animais selvagens

Você pode esperar encontrar muitas coisas em instalações voltadas ao desenvolvimento e produção de automóveis, menos animais selvagens. No entanto, isso é comum nas unidades da Ford instaladas no Brasil e na Argentina, lembrando que em 4 de outubro foi comemorado o Dia Mundial dos Animais.

No Campo de Provas de Tatuí, no interior paulista, por exemplo, a Ford preserva 933.000 m² de áreas verdes que servem de habitat para animais como lobo-guará, tamanduá, veado-catingueiro, quati, onça-parda, jaguatirica e aves como águia cinzenta e jacupemba, entre outros.

Para fazer um inventário desse patrimônio natural, a empresa contratou uma equipe de especialistas que identificou a presença de 368 espécies de animais (277 aves, 70 répteis e 21 mamíferos), além de 120 de flora nativa. Para garantir a segurança desses animais – alguns ameaçados de extinção – foi realizado um extenso trabalho que incluiu a instalação de túneis de passagem, cercas de proteção e obstáculos nas pistas de teste e outros locais estratégicos.

“É responsabilidade nossa preservar a biodiversidade nas nossas áreas e a presença de famílias de animais nesses locais mostra que temos um habitat preservado. Isso evidencia que nossos esforços de recuperação das matas ajuda a criar um ambiente adequado aos animais e preserva a vegetação nativa”, afirma Edmir Mesz, supervisor de Qualidade Ambiental da Ford América do Sul.

Esse mesmo cuidado com a conservação do meio ambiente está presente nas demais unidades instaladas no Brasil. O Complexo Industrial Ford Nordeste em Camaçari, na Bahia, com seus 2,4 milhões de m² de área verde, abriga diversos tipos de aves, répteis e anfíbios nativos. E mantém ainda um viveiro que já produziu 286 mil mudas e plantou mais de 353 mil árvores ao redor da fábrica, possibilitando a reabilitação de fragmentos da Mata Atlântica degradados antes da sua chegada.

A Fábrica de Motores e Transmissões da Ford em Taubaté, no interior paulista, tem uma área preservada de 540.000 m² e um lago artificial com água reciclada que serve de refúgio e alimentação para aves nativas e migratórias. Além da preservação da fauna e flora, a Ford desenvolve várias outras ações que são referência em sustentabilidade na indústria, como mostra este vídeo

Na Argentina, a fábrica da Ford em Pacheco também desenvolve um robusto trabalho ambiental. A unidade possui quase 420.000 m² de espaços verdes na província de Buenos Aires, a maior do país. Quase metade da planta é de áreas preservadas, que servem de refúgio e alimento a várias espécies de mamíferos, como capivaras e lebres europeias, além de aves como carancho, gavião misto, coruja-das-torres, calandria, bem-te-vi, pintassilgo e torcaza.

FORD BRASIL 

A Ford Motor Company está estabelecida no Brasil desde 1919, onde mantém as marcas automotivas Ford e Troller e uma estrutura de três fábricas, além do Campo de Provas de Tatuí. Para mais informações sobre os produtos da Ford, acesse http://www.ford.com.br.

Sobre Jornal Local

Veja também

Especialistas debatem mudanças na lei de improbidade administrativa

Relator do Projeto de Lei 6726/16 na Câmara, que trata de improbidade administrativa, o deputado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *