terça-feira , 20 novembro 2018
Home / Mundo / Descumprimento será tratado como violação, diz vice de comitê da ONU

Descumprimento será tratado como violação, diz vice de comitê da ONU

Sarah Cleveland criticou decisão do TSE no caso Lula e o desrespeito aos acordos internacionais em entrevista ao jornal Estadão. “Ação lamentável”

 

A vice-presidente do Comitê de Direitos Humanos da ONU classificou como “lamentável” o desrespeito brasileiro aos direitos políticos de Lula. Em entrevista ao site do jornal Estadão, Sarah Cleveland criticou o descaso do Tribunal Superior Eleitoral em relação ao documento que garantia ao petista participação plena nas eleições.

“A ação do Brasil é muito lamentável”, disse Sarah Cleveland ao repórter Jamil Chade. Ainda de acordo com a reportagem, o descumprimento é considerado “violação” ao Protocolo Adicional e pode trazer sanções ao país. “Se a situação continuar como tal, o Comitê comunicará isso ao governo em seu devido tempo”.

“A ação apropriada para o Brasil, se discordava das medidas provisórias ou tivesse um contra argumento, seria de submetê-los ao Comitê, junto com um pedido para que as medidas provisórias fossem suspensas, e não argumentar que os tribunais domésticos não devem seguir as medidas cautelares”, explicou.

TSE ignorou a determinação e negou o registro de candidatura a Lula por 6×1, descartando o caráter vinculante do acordo firmado em 2009. Dos sete ministros, somente Edson Fachin votou por cumprir a determinação. Diante disso, a defesa do ex-presidente enviou um pedido para que o Comitê se manifeste sobre o descaso das autoridades.

O Supremo Tribunal Federal também foi notificado.

Da Redação Agência PT de Notícias, com informações de Estadão

Sobre Jornal Local

Veja também

Anistia Internacional quer comissão independente para caso Marielle

ONG apresentou no Rio o relatório O labirinto do caso Marielle Franco No dia em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *