terça-feira , 20 novembro 2018
Home / Mundo / Furacão Florence: cinco estados americanos decretam emergência

Furacão Florence: cinco estados americanos decretam emergência

Na Carolina do Sul, um milhão de pessoas devem deixar suas casas

As Carolinas do Sul e do Norte e os estados da Geórgia, Maryland e Virginia estão em estado de emergência por causa da passagem do furacão Florence, que atingiu a categoria quatro – a penúltima mais perigosa na escala Saffir-Simpson, que vai de 1 a 5. Na Carolina do Sul, estado em que o furacão deve atingir o continente americano, um milhão de pessoas receberam ordem de saída hoje (10).

Segundo a Central Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, da sigla em inglês), a expectativa é de que o furacão toque o continente americano a partir de quinta-feira (13). As previsões são de que o Florence mantenha-se na categoria quatro até chegar ao solo da Carolina do Sul. Isso significa ventos de até 225 quilômetros por hora.

Meteorologistas afirmam que as águas quentes do oceano podem fazer com que o furacão Florence se mantenha na categoria 4, com ventos fortes sustentados.

O governador, Henry McMaster, determinou que a partir de amanhã (11) a população de oito condados ao longo da costa deixe a região em busca de abrigos.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, também mandou um alerta à população pelo Twitter: “Nossa administração encoraja qualquer pessoa no caminho dessas tempestades a se preparar e atender às advertências dos oficiais estaduais e locais”, postou.

A Carolina do Norte está em estado de emergência desde o fim de semana. A última vez que o estado foi atingido por um furacão na categoria quatro, foi em 1954.

Esta semana é de intensa atividade no Atlântico. Os furacõs Helene e Issac também estão em atividade no atlântico, enquanto o Florence avança rumo ao continente americano.  

Os meses de setembro e outubro costumam ser os com maior atividade de furacões durante a temporada, que começa em maio e termina no fim de outubro.

Sobre Jornal Local

Veja também

Anistia Internacional quer comissão independente para caso Marielle

ONG apresentou no Rio o relatório O labirinto do caso Marielle Franco No dia em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *