Home / Política / Senado convoca ministro do Turismo para explicar laranjal de Bolsonaro

Senado convoca ministro do Turismo para explicar laranjal de Bolsonaro

PT no Senado votou a favor da convocação do ministro do Turismo acusado de operar esquema de candidaturas laranjas em favor de Bolsonaro

bancada do PT no Senado apoiou a aprovação da convocação do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, nesta terça-feira (8), na Comissão de Transparência, Fiscalização e Controle (CTFC) em decorrência de denúncias de uso de candidaturas laranjas para desvio de recursos eleitorais.  O presidente da CTFC, senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL), agendou para o próximo dia 22 de outubro a audiência para que o ministro preste esclarecimentos aos parlamentares.

“É fundamental que os parlamentares e a sociedade compreendam essa situação. A fiscalização é uma das atribuições do Parlamento”, disse o senador Paulo Rocha (PT-PA) ao defender a aprovação do requerimento. A Polícia Federal efetuou a prisão de um ex-assessor e 2 ex-auxiliares do ministro. Marcelo também foi o coordenador da campanha eleitoral de Jair Bolsonaro em Minas Gerais, além de ser o presidente do PSL no estado.

Marcelo Álvaro Antônio havia sido convidado para comparecer à comissão em 19 de março para dar explicações sobre o caso. Apesar disso, “não compareceu à audiência pública e nem se mostrou disposto a fazê-lo em outra data”, destaca trecho do requerimento apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Ministério Público Eleitoral de Minas Gerais denunciou, na última semana, 11 pessoas por crimes envolvendo as candidaturas laranja do PSL no estado. Entre os denunciados, está o ministro do Turismo. Segundo a denúncia, foram cometidos os crimes de falsidade ideológica, de apropriação indébita eleitoral e de associação criminosa.

Sobre Jornal Local

Veja também

Parlamentares da oposição derrubam Proposta de Emenda à Constituição, da prisão após condenação em segunda instância

oposição considera um atropelamento o que foi feito na comissão e questiona a pauta ter …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *