quarta-feira , 23 janeiro 2019
Home / Campinas e Região / Mais de 414 mil veículos passam pela rodovia D. Pedro I (SP-065), em Operação Especial de Ano Novo

Mais de 414 mil veículos passam pela rodovia D. Pedro I (SP-065), em Operação Especial de Ano Novo

O forte calor contribuiu para que houvesse o aumento significativo de veículos, já que a rodovia D. Pedro I (SP-065), principal via do Corredor, é utilizada por moradores da Região Metropolitana de Campinas no trajeto para as praias do Litoral Norte do Estado

 

A Concessionária Rota das Bandeiras registrou a passagem de 414.870 veículos pela rodovia D. Pedro I (SP-065), entre a sexta-feira (28/12) e as 15h de terça-feira (01/01). A estrada serve como ligação entre a Região Metropolitana de Campinas (RMC) e as praias do litoral norte. Também é rota para o sul de Minas Gerais por conta da interligação com a rodovia Fernão Dias, na altura de Atibaia.

No mesmo período, mas levando-se em consideração todo o Corredor Dom Pedro, foram registrados 10 acidentes, com seis pessoas feridas e uma vítima fatal. O balanço final do feriado prolongado será divulgado na segunda-feira (02/01).

Nesta tarde de terça-feira, os motoristas encontram a rodovia D. Pedro I com tráfego intenso, mas sem pontos de parada. Chove em vários trechos, o que aumenta a necessidade de atenção.

Para garantir a agilidade a socorros médicos e mecânicos, a Rota das Bandeiras segue com guinchos e ambulâncias posicionados em pontos estratégicos. Toda movimentação recebe o acompanhamento de 91 câmeras do Centro de Controle Operacional (CCO) da Concessionária. A operação conta com o apoio da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) e da Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp).

O movimento nas rodovias que formam o Corredor Dom Pedro foi bastante intenso durante o período de festividades de Ano Novo e ficou 17% acima do previsto inicialmente pela Concessionária Rota das Bandeiras. Em cinco dias de Operação Especial – entre 28 de dezembro e 1º de janeiro -, circularam pelas vias 644.440 veículos.

O forte calor contribuiu para que houvesse o aumento significativo de veículos, já que a rodovia D. Pedro I (SP-065), principal via do Corredor, é utilizada por moradores da Região Metropolitana de Campinas (RMC) no trajeto para as praias do Litoral Norte do Estado. Somente na D. Pedro I, foram pouco mais de 475 mil veículos durante o período.

Também na região de Campinas, 95 mil veículos passaram pela rodovia Prof. Zeferino Vaz (SP-332). Já nas regiões de Jundiaí e Itatiba, 77 mil usuários utilizaram a rodovia Eng. Constâncio Cintra (SP-360) e outros 17 mil motoristas transitaram pela rodovia Romildo Prado (SP-063).

 

Nos cinco dias de Operação Especial, foram 11 acidentes em todo o Corredor Dom Pedro, que resultaram em sete feridos e uma morte. O único acidente fatal ocorreu na manhã do dia 1º, em Nazaré Paulista, após a perda de controle de um motociclista. Na Operação de Natal, entre os dias 21 e 25 de dezembro, foram 25 acidentes, com dez feridos. Na ocasião, o movimento ficou 12% acima do previsto, com um total de 736.437 veículos.

Para garantir a agilidade em casos de socorros médicos e mecânicos, guinchos e ambulâncias ficaram colocados em pontos estratégicos do Corredor. O tráfego contou também com o acompanhamento das 91 câmeras de monitoramento do Centro de Controle Operacional (CCO) da Concessionária, sob supervisão da Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo).

Os motoristas que precisarem de auxílio podem entrar em contato com a Rota das Bandeiras por meio do telefone 0800-770-8070. A ligação é gratuita e o serviço funciona 24 horas.

 

Sobre Jornal Local

Veja também

Brasil bate recorde de mortes violentas em 2017

Dados são divulgados pela organização não governamental Human Rights Watch (HRW), que analisa a situação de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *