terça-feira , 18 dezembro 2018
Home / Campinas e Região / Obras do Corredor BRT Ouro Verde avançam para a Avenida das Amoreiras

Obras do Corredor BRT Ouro Verde avançam para a Avenida das Amoreiras

Mais uma etapa de obras do Corredor BRT (Bus Rapid Transit, Ônibus de Trânsito Rápido) Ouro Verde será iniciada, a partir de terça-feira, 25 de setembro. Um trecho de 640 metros da Avenida das Amoreiras, a partir da Rua Bragança Paulista até a Avenida Senador Antônio Lacerda Franco, entre as regiões do Campos Elíseos e Jardim do Lago, recebe obras de drenagem e construção de novo pavimento para os veículos do BRT. Os trabalhos incluem revitalização do sistema viário e devem se estender por quatro meses.

Formado por três faixas por sentido, o trecho da Amoreiras afetado pelas obras passará a contar com uma faixa por sentido. Serão bloqueadas as faixas exclusivas para ônibus, além de uma faixa de rolagem do trânsito de veículos, em cada sentido.

Para minimizar os impactos viários desta nova etapa de obras do BRT, a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) adotou um plano operacional de trânsito e transporte. Uma das medidas é a redução da velocidade máxima permitida no trecho em obras, que passa a ser de 40 km/h. Além disso, serão ajustados os tempos semafóricos nos cruzamentos da Amoreiras com as avenidas Ana Beatriz Bierrembach e Senador Antônio Lacerda Franco.

“Tendo a segurança e a fluidez viária como focos, todas as intervenções motivadas pela obras de construção dos Corredores BRT vêm sendo realizadas de modo a causar o menor impacto possível para a população. Para esta nova etapa na Amoreiras, houve um amplo estudo do trânsito, programação de rotas alternativas e orientação aos moradores da região”, destacou o secretário de Transportes e presidente da Emdec, Carlos José Barreiro.

Rotas alternativas

A Emdec programou rotas alternativas para que os motoristas evitem a região em obras, minimizando os impactos da intervenção. No sentido Centro – bairro, os motoristas que trafegam pela Amoreiras com destino à região do Centro de Integração Social Tancredo Neves (“Tancredão”) devem optar pelo acesso à Avenida Mirandópolis, seguir pela Presidente Juscelino, contornar o “Balão do Laranja” para acessar o sentido oposto da Juscelino, seguindo para as vias Bragança Paulista e Mogi Mirim.

Ainda no sentido Centro – bairro, os motoristas que têm como destino a região do Ouro Verde e Hipermercado Extra Amoreiras devem considerar o mesmo percurso da primeira rota até o Balão do Laranja. Neste ponto, deverão prosseguir pela Avenida Presidente Juscelino até acessar a Ruy Rodriguez.

No sentido bairro – Centro, os motoristas que vêm da região do Hipermercado Extra, ao invés de acessarem a Amoreiras pela Rua Piracicaba, devem acessar a via pelas avenidas Ruy Rodriguez, Presidente Juscelino e Mirandópolis. Essa rota já considera etapas futuras das obras nas vias Amoreiras e Piracicaba.

Para os motoristas que preferem trafegar pela Rua Piracicaba, há duas rotas alternativas possíveis, no sentido bairro – Centro. A primeira abrange as vias Cosmópolis, Bragança Paulista, Itatiba, Presidente Juscelino, Mirandópolis e Amoreiras.

A segunda rota compreende as vias Cosmópolis, Amoreiras, “Tancredão”, João José Pereira, Verbenas, Dionízio Cazotti, Perpétuas, Senador Antônio Lacerda Franco, Adão Focesi e Dr. Manoel Alexandre Marcondes Machado, acessando a Amoreiras na sequência. A partir do acesso à Rua João José Pereira, o mesmo trajeto é válido para os motoristas que vêm da Rua Nelly Bonturi.

Para atenua os impactos das obras para a população, a Emdec adotou ainda um plano de comunicação. Funcionários da empresa abordam os moradores da área em obras com antecedência, esclarecendo dúvidas e orientando sobre os impactos no trânsito e as rotas alternativas.

BRT Ouro Verde

As obras do BRT chegaram ao Jardim Novo Campos Elíseos no último dia 18, com trabalhos de drenagem na Rua Bragança Paulista, entre as vias Piracicaba e Amoreiras, além da preparação para obras do futuro Terminal Campos Elíseos, no antigo leito do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos).

As duas frentes de trabalho, na Amoreiras e na Bragança Paulista, estão dentro do trecho 1 do Lote 3 do Corredor Ouro Verde, que vai ligar a região central até o Terminal Campos Elíseos, com 4,8 km de extensão. O investimento é de R$ 66,5 milhões e a empresa responsável pelas obras é a Compec Galasso.

No total, o BRT Ouro Verde terá 14,6 km de extensão, saindo da região central, seguindo pelas vias João Jorge, Amoreiras, Piracicaba, Ruy Rodriguez, passando pelo Terminal Ouro Verde, Camucim até o Terminal Vida Nova. Nesse trajeto, serão construídas quatro obras de arte (pontes e viadutos).

Outras três frentes de trabalho do BRT Ouro Verde estão em execução. Na Avenida Ruy Rodriguez, entre as ruas Piracicaba e Maria Julieta Godoi Cartezani, ocorre a construção da Estação Santa Lúcia.

A outra frente ocorre no entroncamento da Avenida Ruy Rodriguez com a Rua Antônia Ceregatti Albieri, onde são realizados trabalhos de fundações para construção de uma ponte sobre o rio Capivari, no sentido Centro – bairro. A partir deste ponto até as proximidades da Rodovia dos Bandeirantes, tiveram início, no último dia 19, as obras para duplicação da Avenida Ruy Rodriguez, em trecho de cerca de 1000 metros. No momento, essa frente de trabalho não prevê interferências viárias. Também na Ruy Rodriguez, na região do Parque Universitário de Viracopos, está em andamento a construção de pavimento de concreto, no trecho entre as avenidas Aglaia e Arymana.

Os três corredores BRT do município – Campo Grande, Ouro Verde e Perimetral – têm custo total de R$ 451,5 milhões. São 36,6 km de corredores, com previsão de conclusão total em meados de 2020.

Sobre Jornal Local

Veja também

Futuro ministro do Meio Ambiente tentou vender 34 florestas de São Paulo

Réu por improbidade será ministro do Meio Ambiente de Bolsonaro Anunciado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *