www.jornalocal.com.br / Saúde / Ministério da Saúde recomenda adiar vacinação de rotina no país

Ministério da Saúde recomenda adiar vacinação de rotina no país

Segundo o documento norteador emitido no domingo, 22, a justificativa é que as crianças são importantes portadores assintomáticos e disseminadores de doenças respiratórias.

O Ministério da Saúde recomenda o adiamento de todas as vacinas de rotina do calendário oficial brasileiro, especialmente das crianças, até 15 de abril, quando se encerra a primeira fase da campanha nacional de vacinação contra a gripe em todo o Brasil. Segundo o documento norteador emitido no domingo, 22, a justificativa é que as crianças são importantes portadores assintomáticos e disseminadores de doenças respiratórias. 

“Neste momento, a ida das crianças às unidades de saúde não só possibilitará que elas venham a se contaminar com o vírus causador da Covid-19, como também colocarão em risco nossos idosos que estarão lá por causa da campanha da gripe”, enfatiza a chefe do Núcleo de Imunizações da Secretaria Municipal de Saúde, enfermeira Renata Capponi. 

A técnica alerta, no entanto, que o adiamento deve ser planejado, observando as recomendações de determinadas vacinas, como a que protege contra o rotavírus, que deve ser feita em intervalo específico, sendo a primeira dose feita no máximo aos três meses e quinze dias de idade do bebê e a segunda dose até oito meses incompletos (sete meses e 29 dias).

“Se for esse o caso, aproveitar a ida da criança na unidade de saúde e aplicar o máximo de vacinas recomendadas para a idade, de acordo com orientação do profissional de saúde do local”, destaca Renata Capponi

Sobre Jornal Local

Veja também

Ministério da Saúde abre canal exclusivo para receber doações

Entre os itens que podem ser doados estão desde máscaras, respiradores a equipamentos para realização …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *