quarta-feira , 16 agosto 2017
Home / Última Hora / Cidades / PwC Brasil realiza seminário tributário em Campinas no próximo dia 26

PwC Brasil realiza seminário tributário em Campinas no próximo dia 26

Evento gratuito para profissionais de controladoria, tributário, contabilidade e jurídico de empresas da região será no hotel Meliá, entre 8h30 e 12 horas
Evento gratuito para profissionais de controladoria, tributário, contabilidade e jurídico de empresas da região

A PwC Brasil realiza em Campinas no próximo dia 26 (quarta-feira) o seminário “Desafios da Escrituração Contábil Fiscal (ECF) 2017 e Relevantes Novidades Tributárias”, destinado a profissionais de controladoria, tributário, contabilidade e jurídico de empresas da Região Metropolitana de Campinas (RMC). São esperados 70 participantes no evento, considerado oportuno por se aproximar a data final para o prazo de entrega da declaração eletrônica de Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) à Receita Federal Brasileira.

“Até o final de julho, todas as empresas brasileiras tributadas pelo lucro real são obrigadas a entregar essa declaração, hoje nos moldes da Escrituração Contábil Fiscal (ECF), que desde o ano-calendário de 2014 substituiu a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ), inseridas no Sistema Público de Escrituração Digital (Sped)”, observa o sócio Nelson Alves, um dos palestrantes do seminário.

Segundo o especialista tributário, todas as empresas devem ficar atentas a esse prazo porque o não cumprimento implica em multa. “Hoje, o País tem um controle mais robusto das informações prestadas pelos contribuintes, porém, isso implica em um maior volume de informações inseridas nos formulários eletrônicos. Os profissionais responsáveis por essas declarações precisam estar sempre atentos às várias modificações publicadas pelo Fisco e estudá-las para evitar interpretações errôneas, que gerem futuros pedidos de retificações.”

Entre as novas exigências dessa declaração eletrônica, cita Alves, está a Declaração País a País, instituída pela Instrução Normativa RFB nº 1.681, de 28 de dezembro de 2016, que, de acordo com o sócio, interfere substancialmente na prestação de contas das subsidiárias de empresas estrangeiras no Brasil, várias delas presentes na RMC. “Essa novidade está alinhada com os compromissos assumidos pela Brasil no BEPS (Base erosion and profit shifting, ou, em português, Erosão de base e transferência de lucros), que muito preocupa atualmente os profissionais dos departamentos responsáveis pelo envio dessas declarações à Receita Federal, sejam eles internos, com equipe própria, ou externos e terceirizados.”

Outro assunto recente e relevante a ser abordado no seminário, antecipa Alves, é a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em não incluir o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na base de cálculo das contribuições para o Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), pagas por empresas de todos os setores.

O evento, que será conduzido por profissionais da PwC Brasil, é gratuito, com vagas limitadas, e ocorrerá no Hotel Meliá (Rua Severo Penteado, 140, Cambuí, Campinas/SP), entre 8h30 e 12h. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail tatiane.giraldi@pwc.com

Sobre a PwC

Na PwC, o nosso propósito é construir confiança na sociedade e resolver problemas importantes. Somos um Network de firmas presente em 157 países, com mais de 223.000 profissionais dedicados à prestação de serviços de qualidade em auditoria e asseguração, consultoria tributária e societária, consultoria de negócios e assessoria em transações. Saiba mais sobre a PwC e nos diga o que é importante para sua empresa ou carreira, visitando nosso site: www.pwc.com

Sobre Jornal Local

Veja também

Linha de produção de montadora


-----------------

Nissan Kyushu: The Factory Life

Media often tout going "behind-the-scenes," but at the Nissan Motor Kyushu factory the Global Media Center team followed the production line from steel rolls to shipping vessel, a five-hour process that ultimately will take vehicles all over Japan and the world.
As the video details, car production has various stages, including pressing, body assembly, painting and parts assembly, as well as robots with names inspired by anime characters, such as "Anpanman" and "Dokin-chan," that weld two shifts a day.
The facility sources parts from the Kyushu region, along with neighboring Asian countries, and is one of Nissan's largest and most cost-efficient manufacturing sites.
Nissan makes a number of models at the facility, including the new Note compact and Rogue and X-Trail SUVs, with a production capacity of approximately 430,000 units per year.
Kyushu is key to Nissan maintaining an output level of over 1 million units in Japan annually, and along with an extensive robotics line also employs about 3,700.
The share of overall car production on Japan's southernmost island doubled from 2001 to 2011, while its longer-term potential, even in a strong yen era, has some calling the region the "Detroit of Japan."

Produção industrial tem leve crescimento entre maio e junho

A produção industrial brasileira cresceu em nove dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *