www.jornalocal.com.br / Blogs / Cidades / Campinas espera decreto sobre fim da emergência de covid-19 para medidas

Campinas espera decreto sobre fim da emergência de covid-19 para medidas

Secretário de Saúde acredita que fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (Espin) deveria prever transição

 

A Prefeitura de Campinas irá aguardar a publicação do decreto federal que trará as normativas sobre o fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (Espin) provocada pela pandemia de covid-19 para verificar as medidas a serem adotadas. A decisão foi anunciada nesta segunda-feira, 18 de abril, pela Secretaria Municipal de Justiça.

A partir das normativas federais, serão analisados os possíveis impactos referentes aos contratos emergenciais para contratação de leitos, uso da vacina CoronaVac, entre outros itens que poderão ser afetados. A Espin está diretamente relacionada às facilidades para adotar medidas de gestão pública para o controle da pandemia, como a contratação de leitos, por exemplo.

“O que preocupa é que mencionar o fim da emergência dá a sensação de que a pandemia acabou. Isso não é verdade e pode desestimular todos aqueles cuidados que temos que ter em relação à doença”, disse o secretário de Saúde de Campinas, Lair Zambon.

Para Zambon, seria importante haver um tempo de transição, com pelo menos de 30 a 90 dias para adaptação às regras. Ele ressaltou que Campinas tem números bastante favoráveis em relação ao controle da covid-19, mas que existem alguns lugares onde a doença ainda não está controlada. Nesta segunda-feira, a ocupação de leitos de UTI covid adulto é de 49,3%.

De acordo com o secretário, Campinas está organizada e não usou essa medida emergencial especificamente para a compra de medicamentos, mas sim para a compra de leitos. A Prefeitura de Campinas tem contratos emergenciais com três hospitais até a metade do ano.

 

Sobre Jornal Local

Veja também

Campinas está com inscrições abertas para quatro concursos públicos

Há vagas para a área da saúde e da educação. Prazos se encerram em breve …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *