www.jornalocal.com.br / Blogs / Cidades / Em Campinas, crianças de 5 a 11 anos começam a ser vacinadas contra a Covid

Em Campinas, crianças de 5 a 11 anos começam a ser vacinadas contra a Covid

São 5 mil vagas para vacinação do grupo prioritário desta faixa etária imunizante pediátrico da Pfizer

 

A Secretaria de Saúde de Campinas iniciou a vacinação contra a Covid-19 em crianças, de 5 a 11 anos, nesta terça-feira, 18 de janeiro. O primeiro grupo contemplado é o de pessoas desta faixa etária com doenças preexistentes ou deficiência permanente, além de indígenas e quilombolas. Estão sendo disponibilizadas 5 mil vagas para este grupo, com o imunizante pediátrico da Pfizer. Os próximos grupos contemplados serão divulgados em breve.

O agendamento deve ser feito no site vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160. Pessoas que tiverem dificuldade devem procurar o centro de saúde mais próximo. A vacinação de crianças está sendo feita, durante a semana, exclusivamente em seis centros de saúde: CS DIC 6; CS Santo Antônio; CS Nova América; CS Figueira; CS San Martin.

Campinas tem 112.275 pessoas com idade entre 5 e 11 anos. Os documentos necessários para que a criança receba a dose estão listados no vacina.campinas.sp.gov.br.

 

Proteção coletiva

O Centro de Saúde DIC 6, no DIC 6, distrito do Ouro Verde, foi um dos pontos de vacinação de crianças contra a Covid-19. Após a picadinha, ganham um adesivo com desenho de coração, escrito: “Vacinei sem medo, agora estou protegido!”

A professora Isadora Franco Di Gianni levou o filho Pietro Sugobono Di Gianni, 11 anos, para tomar a dose no CS DIC 6: “A vacinação é fundamental, é uma ação coletiva. Somente quando todos estiverem vacinados, estaremos protegidos”. Isadora também tem uma filha de 6 anos, Caroline, que será vacinada assim que o grupo dela for contemplado.

Felipe Miguel Lopes, de 10 anos, foi acompanhado pela mãe, Letícia Gabriela Porto Lopes. “É muito importante que todos se vacinem. Tenho visto o quanto as pessoas são afetadas pela doença”, disse Letícia.

As irmãs Yasmin e Letícia Antunes Braga, de 10 e 6 anos, foram com a mãe Das Virgens Antunes Braga, e não tiveram medo de levar a picadinha.”Estamos muito felizes. Elas estavam ansiosas para tomar a vacina. Sempre soube que a vacina era importante, sou a favor. Se eu puder falar para as pessoas que venham, eu falo”, disse a mãe.

 

 

Sobre Jornal Local

Veja também

Mais 351 novos casos de Covid-19 são registrados em Campinas

 Entre as mortes confirmadas, estão dois homens e uma mulher, todos com mais de 60 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *