www.jornalocal.com.br / Campinas / Ibope confirma melhor momento de Dilma. Sensus mostra disputa mais acirrada

Ibope confirma melhor momento de Dilma. Sensus mostra disputa mais acirrada

Nesta quarta-feira, dia 20, mais duas pesquisas eleitorais foram divulgadas. Ibope e CNT/Sensus mostraram números bem diferentes, mas confirmaram a tendência já apontada pela Vox Populi, o aumento da vantagem de Dilma Roussef (PT) sobre José Serra (PSDB).

O Ibope mostrou números bem parecidos com os da Vox Populi, que apontava 51% a 39% para a petista. Em pesquisa encomendada pela Rede Globo e pelo jornal O Estado de São Paulo, o instituto mostrou Dilma Roussef com 51% e José Serra com 40%. Votos em branco e nulos somam 5% e os eleitores indecisos são 4%. Em relação à pesquisa anterior a candidata petista ganhou 2% e o candidato tucano perdeu 3%. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.

Desconsiderando-se os votos nulos, brancos e os eleitores indecisos, Dilma Roussef aparece com 56% dos votos válidos contra 44% de José Serra. O Ibope entrevistou 3.010 pessoas entre os dias 17 e 20 de outubro. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número de protocolo 36.476/2010

Já, a pesquisa CNT/Sensus mostra um quadro mais apertado do que os outros dois institutos revelaram. Segundo o instituto Dilma Roussef aparece com 46,8% contra 41,8% de José Serra. Foram entrevistadas 2 mil pessoas entre os dias 18 e 19 pessoas e a pesquisa foi registrada no TSE com o número de protocolo 36.192/2010.

Mesmo com números tão diferentes das pesquisas dos outros institutos, a CNT/Sensus confirma a tendência de aumento da vantagem de Dilma. Na pesquisa anterior o instituto mostrava um empate técnico, no qual a candidata petista vencia por 46,8% a 42,7%. Os números se cruzavam no limite na margem de erro, 2,2% para mais ou para menos.

A pesquisa também mostrou que para 44,7% Dilma Roussef é a única candidata na qual votariam, enquanto para 35,8 Serra é o único candidato no qual votariam. Serra vence em rejeição. 39,8% dos entrevistados declaram que não votariam nele de jeito nenhum, enquanto 35,2% não votariam de jeito nenhum em Dilma.

Sobre Jornal Local

Veja também

Não seja vítima de fakes news, confira 7 dúvidas sobre a vacina contra Covid-19

Em seis meses, o Brasil imunizou pouco mais de 46% dos brasileiros com ao menos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *