www.jornalocal.com.br / Economia e Negócios / Receita Federal arrecada R$ 61,55 bilhões em maio de 2021 no estado de São Paulo

Receita Federal arrecada R$ 61,55 bilhões em maio de 2021 no estado de São Paulo

Em todo o País, foram arrecadados R$ 137,93 bilhões em receitas administradas pela Receita Federal, acréscimo real (IPCA) de 67,65% em relação ao mesmo mês de 2020, quando foram arrecadados R$ 76,14 bilhões.

A arrecadação,
no estado de São Paulo, das receitas administradas pela Receita Federal
atingiu, em maio de 2021, o valor de R$ 61,55 bilhões, registrando acréscimo
real (IPCA) de 62,48% em relação a maio de 2020, quando foram arrecadados R$
35,06 bilhões no estado.

Dos R$ 61,55
bilhões, R$ 47,50 bilhões correspondem à arrecadação fazendária e R$ 14,05
bilhões, à arrecadação previdenciária. A arrecadação do estado respondeu por
44,63% da arrecadação nacional de receitas administradas.

Em todo o País, foram arrecadados R$ 137,93 bilhões em receitas administradas pela Receita Federal, acréscimo real (IPCA) de 67,65% em relação ao mesmo mês de 2020, quando foram arrecadados R$ 76,14 bilhões.

Acumulado do ano

No período
acumulado de janeiro a maio de 2021, a arrecadação da Receita Federal no estado
de São Paulo alcançou o valor de R$ 319,34 bilhões, representando um acréscimo
pelo IPCA de 19,68% em relação ao mesmo período de 2020, quando foram
arrecadados no estado R$ 251,41 bilhões.

Já o acumulado
nacional chegou a R$ 711,93 bilhões, registrando acréscimo real (IPCA) de
21,42% frente aos R$ 552,95 bilhões arrecadados no mesmo período de 2020.

Veja no site da
Receita Federal mais informações sobre a arrecadação:

Confira na
tabela anexa dados da arrecadação por Unidade da Receita Federal no estado de
São Paulo. Para saber quais municípios estão na jurisdição de cada Unidade,
consulte o arquivo anexo “Jurisdição municípios por DRF”.

Sobre Jornal Local

Veja também

Contas de luz vão ficar ainda mais caras por má gestão do governo federal

Além da falta de investimentos, a falta de medidas eficazes e de transparência do governo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *