www.jornalocal.com.br / Polícia / Alexandre de Moraes determina prisão e extradição de Allan dos Santos

Alexandre de Moraes determina prisão e extradição de Allan dos Santos

Allan dos Santos, que mora nos Estados Unidos desde junho 2020 e está com o visto de turista vencido desde fevereiro de 2021, será incluído na lista da Difusão Vermelha, da Interpol. A embaixada dos EUA também foi comunicada

 

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou, nesta quinta-feira (21), a prisão de Allan dos Santos, blogueiro bolsonarista e fundador do canal Terça Livre.

Allan dos Santos, que mora nos Estados Unidos desde junho 2020 e está com o visto de turista vencido desde fevereiro de 2021, será incluído na lista da Difusão Vermelha, da Interpol. A embaixada dos EUA também foi comunicada. Moraes determinou, também, que o Ministério da Justiça inicie os trâmites para a extradição do blogueiro para o Brasil.

No último domingo (17), Allan dos Santos, que está banido em todas as redes sociais, atacou o ministro do STF, em seu canal no Telegram.

“O Alexandre de Moraes quer dizer que ‘indícios’ apontam que por ter reunido deputados de direita na minha casa, sem nunca receber um centavo por isso, eu seria o responsável pela desestabilização da República, com um site de notícias? Lava sua boca para falar de mim, seu psicopata.”

Os frequentes ataques de Allan dos Santos aos ministros do STF são o motivo de um, dos dois inquéritos em que o blogueiro é alvo na Corte. O segundo, é sobre a produção e divulgação de fake news do aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Allan dos Santos é amigo da família Bolsonaro e, comumente defendido pelo presidente e seus dois filhos mais velhos, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Sobre Jornal Local

Veja também

Mãe do menino Henry Borel deixa a prisão

O Ministério Público estadual informou que vai recorrer da decisão   A professora Monique Medeiros …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *