www.jornalocal.com.br / Política / PSB formaliza indicação do nome de Alckmin como vice de Lula

PSB formaliza indicação do nome de Alckmin como vice de Lula

Lula é quem melhor reúne condições para condições para articular forças políticas amplas, capazes de dar à resistência democrática a envergadura que permitirá enfrentar e vencer o bolsonarismo

 

 

Em carta endereçada ao ex-presidente Lula, o presidente do PSB, Carlos Siqueira, formalizou, nesta sexta-feira (8), o nome de Geraldo Alckmin para a composição de uma chapa como vice do líder petista na disputa presidencial de 2022. No documento, Siqueira reforça a necessidade da formação de uma aliança democrática para dar início a um processo de reconstrução do país, hoje devastado pelo bolsonarismo. 

“O Brasil vive seguramente o momento mais difícil do período da redemocratização, iniciado em 1985”, observa Siqueira, na carta.  O pessebista destaca ainda que a crise é generalizada, citando, na nota, uma “crise politica sem precedentes, decorrente da necrose do sistema politico-partidário que se arrasta de longa data; crise econômica, em que sobressaem desemprego em alta, queda de renda do trabalho e da atividade econômica e franca desindustrialização do país; crise social, decorrente em grande medida da desorganização das politicas sociais de Estado, promovida pelo ultraliberalismo”.

Ainda de acordo com Siqueira, “o que estará em questão nas eleições de 2022 é o confronto decisivo entre democracia e autoritarismo” e, para fazer frente ao obscurantismo de extrema direita, Lula é quem melhor reúne condições para condições para articular forças políticas amplas, capazes de dar à resistência democrática a envergadura que permitirá enfrentar e vencer o bolsonarismo”.

Para isso, prossegue o presidente do partido, “o PSB propõe para compor a chapa o nome companheiro Geraldo Alckmin. Suas qualidades são conhecidas e reconhecidas, dentre as quais cabe destacar uma vida pública longeva e honrada, a perseverança na defesa da democracia e das práticas que lhe correspondem, o equilíbrio daqueles que acreditam no diálogo entre diferentes, a tranquilidade dos que almejam o bem público”.

 

Da Redação do PT

Sobre Jornal Local

Veja também

Lula: “Soberania é o povo tomar café, almoçar e jantar todo dia”

Lula lembrou, que as multinacionais não aceitaram a política de soberania proposta por seu governo. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *