www.jornalocal.com.br / Campinas e Região / Corredor D.Pedro não registra mortes no feriado prolongado

Corredor D.Pedro não registra mortes no feriado prolongado

Utilizada principalmente pelos motoristas que seguiam para as praias do Litoral Norte ou que acessariam a rodovia Fernão Dias, a D. Pedro I (SP-065) registrou a passagem de 508 mil veículos. Já na rodovia Prof. Zeferino Vaz (SP-332), entre Campinas e Conchal, foram 110 mil usuários.

 

 

A Concessionária Rota das Bandeiras registrou grande volume de tráfego pelo Corredor Dom Pedro durante cinco dias de Operação Especial por conta do feriado prolongado de 7 de setembro, com a passagem de 738 mil veículos.

Apesar do movimento intenso – houve lentidão somente na saída para o feriado, no trecho entre Itatiba e Atibaia da rodovia D. Pedro I (SP-065) -, a Concessionária não registrou acidentes graves no período. Entre sexta (3) e terça-feira (7), foram 19 acidentes, que resultaram em 16 pessoas feridas levemente. Não houve feridos graves ou mortes.

Utilizada principalmente pelos motoristas que seguiam para as praias do Litoral Norte ou que acessariam a rodovia Fernão Dias, a D. Pedro I (SP-065) registrou a passagem de 508 mil veículos. Já na rodovia Prof. Zeferino Vaz (SP-332), entre Campinas e Conchal, foram 110 mil usuários.

Na região de Jundiaí, a Eng. Constâncio Cintra (SP-360) contou com a passagem de 92 motoristas, enquanto o movimento na Romildo Prado (SP-063) foi de 27 mil veículos.

Durante a Operação Especial, guinchos e ambulâncias permaneceram posicionados em pontos estratégicos para garantir a agilidade em casos de socorros médicos e mecânicos. Toda movimentação foi acompanhada de forma ininterrupta pelas câmeras do Centro de Controle Operacional (CCO) da Rota das Bandeiras. A operação contou com o apoio da Polícia Militar Rodoviária e da Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp).

Os motoristas que desejarem mais informações poderão entrar em contato com a Rota das Bandeiras por meio do telefone 0800-770-8070. A ligação é gratuita e o Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) funciona 24 horas.

 

Sobre Jornal Local

Veja também

Carnaval seguro no Rio exige cobertura vacinal de 80%, diz relatório

Essa imunidade é baseada em um cálculo que se faz em epidemiologia, que tem a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *