www.jornalocal.com.br / Esportes / Atletas olímpicos de Campinas embarcam na sexta-feira para o Japão

Atletas olímpicos de Campinas embarcam na sexta-feira para o Japão

Márcio Teles, especialista nos 400 metros com obstáculo, vai disputar pela segunda vez os Jogos Olímpicos. Tiffani Marinho estreará no evento competindo nos 400 metros rasos e também no revezamento 4 x 400 metros.
O prefeito de Campinas, Dário Saadi, recebeu nesta segunda-feira, dia 12 de julho, na Sala Azul, atletas da Orcampi que representarão o país na Olimpíada de Tóquio, a partir do próximo dia 23. Márcio Teles, Tiffani Marinho e Evandro Lázari embarcam para Tóquio nesta sexta-feira, dia 16 de julho.
Márcio Teles, especialista nos 400 metros com obstáculo, vai disputar pela segunda vez os Jogos Olímpicos. Tiffani Marinho estreará no evento competindo nos 400 metros rasos e também no revezamento 4 x 400 metros. O técnico Evandro Lázari será um dos integrantes da comissão técnica da equipe brasileira de atletismo.
No encontro, o prefeito revelou a admiração que tem pelos atletas de alto rendimento: “Vocês treinam muito sério. O esforço é enorme para alcançar o índice e representar o país. Parabéns pela garra, determinação e perseverança. Desejo a todos boa sorte e sucesso”.
O técnico Evandro Lázari, que vai comandar a equipe brasileira pela segunda vez em uma Olimpíada, destacou a importância de representar a cidade e o país, no Japão. “Ansiedade é total. O importante é estar bem preparado, e lá, cada um fazer o melhor”, afirmou.
Também estiveram presentes na recepção o secretário de Esportes e Lazer, Fernando Vanin; o diretor de Esportes da Secretaria, Angelo Diniz.
 Também estarão na Olimpíada mas não puderam comparecer ao encontro com o prefeito o meio de rede Lucão, do Vôlei Renata, que viajou com parte da delegação brasileira na tarde desta segunda-feira, e Fabiana da Silva, do badminton, cumprindo atualmente a parte final da série de treinamentos.

Sobre Jornal Local

Veja também

Brasil goleia seleção peruana e segue 100% na Copa América

Aos 32, o Peru criou sua chance mais perigosa, quando o atacante Valera, dentro da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *