www.jornalocal.com.br / Campinas e Região / Bolsonarista amarra e espanca quilombola no Rio Grande do Norte

Bolsonarista amarra e espanca quilombola no Rio Grande do Norte

A violência foi assumida pelo apoiador de Bolsonaro que declara não estar arrependido e que, se preciso for, fará novamente.

 

 

Um bolsonarista amarrou e espancou um quilombola em situação de rua na cidade de Portalegre, no Rio Grande do Norte. A governadora do Estado, Fátima Bezerra (PT/RN), pediu apuração rigorosa ao secretário de Segurança e à delegada da Polícia Civil. A violência foi assumida pelo apoiador de Bolsonaro que declara não estar arrependido e que, se preciso for, fará novamente.

Fátima Bezerra afirma que o Rio Grande do Norte não será conivente e não compactuará com manifestações de discriminação, intolerância, ódio e abuso de quaisquer naturezas.

Para o secretário Nacional de Combate ao Racismo do Partido dos Trabalhadores (PT), Martvs Chagas, a agressão é mais um crime de racismo e violação dos direitos humanos.

Mais uma vez, cenas de violência contra um corpo negro chocam a sociedade brasileira, e com vigor, mais uma vez, a governadora Fátima Bezerra (PT) busca solucionar a questão na forma da Lei, como é de praxe em gestões do PT. Uma Lei que precisa começar a ser cumprida para valer nesse país em casos como este, onde obviamente temos um crime de racismo. E infelizmente, novamente percebemos a nefasta influência da violência que prega este desgoverno que aí está, à frente de um país onde mais da metade da população se considera negra. O que querem estas pessoas afinal? Exterminar o povo negro? Porque justiça não é isso, isso se chama covardia! Isto se chama racismo!”, ressalta.

 

 

secretária Nacional de Movimentos Populares do PT, e também ex-secretária de Promoção da Igualdade Racial da Bahia, Vera Lúcia Barbosa, vê o episódio como inaceitável.

“É inadmissível que em pleno século XXI a gente veja cenas como essas, que nos remetem à Idade Média. É preciso que esse comerciante seja responsabilizado pela Justiça, e que esse caso sirva de exemplo para as pessoas que acreditam que há espaço para o racismo e a violência. Queremos justiça por Luciano e por todos os quilombolas que seguem sofrendo com o racismo e a violência em nosso país”.

 

Da Redação do PT

Sobre Jornal Local

Veja também

Mega sena acumulada sorteia R$ 45 milhões neste sábado (11/09)

Caso apenas um apostador leve o prêmio da faixa principal e aplique todo o valor …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *