www.jornalocal.com.br / Mundo / Peru: Pedro Castillo é proclamado presidente e toma posse dia 28

Peru: Pedro Castillo é proclamado presidente e toma posse dia 28

O JNE peruano proclamou a vitória de Castillo, após todos os recursos apresentados por sua adversária, a ultradireitista Keiko Fujimori, filha do ex-ditador Alberto Fujimori, terem sido rejeitados pela corte

 

 

 

O professor e sindicalista Pedro Castillo foi declarado oficialmente como novo presidente do Peru na noite da segunda-feira (19). Ele tomará posse no próximo dia 28 de julho, quando o atual presidente interino, Francisco Sagasti, deixará o poder.

A proclamação pelo Juizado Nacional Eleitoral do Peru (JNE)  confirmou o resultado obtido por Pedro Castillo na urnas. Ele fez 50,13% dos votos, contra 49,87% de sua adversária Keiko Fujimori.

O JNE peruano proclamou a vitória de Castillo, após todos os recursos apresentados por sua adversária, a ultradireitista Keiko Fujimori, filha do ex-ditador Alberto Fujimori, terem sido rejeitados pela corte.

Ela não conseguiu provar, em nenhum momento, as supostas fraudes que apontava no pleito. As apurações das urnas se estenderam por mais de um mês depois do pleito, mesmo com a contagem já finalizada.

 

Valorização das instituições democráticas

O secretário de Relações Internacionais do PT, Romênio Pereira, reforçou o funcionamento das instituições democráticas como a Justiça Eleitoral peruana e desejou êxito ao mandato do novo presidente.

“A proclamação da vitória de Pedro Castilho, apesar da demora por apelações que visavam desacreditar o processo eleitoral e a escolha popular, mostram que a Justiça eleitoral junto com as urnas são partes importantes das instituições democráticas, fundamentais para a autodeterminação e soberania peruana. Mais uma vez saudamos o povo peruano e ansiamos por êxito ao mandato do novo Presidente do Peru, Pedro Castilho”, disse o titular da SRI/PT.

A secretária-executiva do Foro de São Paulo, Mônica Valente, também celebrou pelo Twitter a vitória de Pedro Castilho:

 

Unidade por um país mais justo

Em seu primeiro discurso após a proclamação oficial de sua vitória na segunda-feira, Pedro Castillo pediu unidade ampla ao povo peruano.

“Chamo à mais ampla unidade do povo peruano. Chamo à unidade para forjar e abrir a porta do próximo bicentenário que nos resta, fechando este bicentenário com todas suas diferenças, todos seus problemas e tudo o que vivemos”, disse. Mais cedo, pelo Twitter, ele já havia afirmado que sua intenção era construir “um Peru mais justo, mais unido e mais humano”, afirmou.

O presidente eleito agradeceu o apoio do que chamou “Peru profundo”.

“Companheiros e irmãos deste partido do Peru profundo, obrigado a vocês, queridos compatriotas, e a todos os peruanos que estão aqui esta noite e aos que se encontram fora de nossas fronteiras”, enfatizou ele.

Castillo conclamou os adversários políticos a não imporem mais obstáculos para levar o país adiante.

“Invoco nossos competidores políticos, à líder da Força Popular, a que não ponhamos mais obstáculos para levar este país adiante. Este é espaço é bem-vindo para se fazer um governo de todos os peruanos”, afirmou. “Compartilharemos juntos esta luta para um Peru mais justo e digno.”

 

Da Redação do PT

Sobre Jornal Local

Veja também

Olimpíada: Time Brasil já tem 140 atletas treinando no Japão

O Time Brasil terá uma delegação recorde no Japão: 302 atletas, em 35 modalidades. Os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *