17.9 C
Campinas
segunda-feira, julho 15, 2024

Exposição e livro do Arquivo Municipal de Campinas contam histórias da cidade

Data:

A exposição “Histórias da Cidade no Acervo do Arquivo Municipal de Campinas” começa no dia 11 de julho, quinta-feira, às 10h, no saguão do Paço Municipal. Na mesma data, no Salão Vermelho, ocorre o lançamento do livro de mesmo nome com artigos de pesquisadores que utilizaram o Arquivo para suas pesquisas.

A mostra é composta por 15 painéis de 1,80m por 0,80m; nove abordam temáticas relacionadas ao Centro e à história da cidade e seis sobre os distritos de Barão Geraldo, Sousas e Campo Grande. A exposição permanece no Paço Municipal até o dia 31 de julho e, após 15 dias, parte do material, que é focado nos distritos, irá para os “Agilizas” de Barão Geraldo, Sousas e Campo Grande. A mostra terá QR Code para que os visitantes possam ver as referências utilizadas nos painéis e os documentos apresentados.

Com mais de 2 milhões de documentos, 30 mil caixas, 3 mil livros e 5 mil metros lineares de materiais, o Arquivo Municipal de Campinas guarda uma parte importante da trajetória da cidade. O objetivo da mostra é apresentar o Arquivo para um público amplo e as potencialidades de pesquisa oferecidas pelo departamento.

O livro é digital e poderá ser baixado gratuitamente a partir de link divulgado no evento. Ele é composto por artigos abrangentes, produzidos por oito pesquisadores que utilizaram material do arquivo em suas pesquisas de mestrado e doutorado. A organização do livro e a pesquisa da documentação são de Rita Francisco, especialista cultural e doutora em história da arquitetura; e Bruno Henrique Soares, agente administrativo e mestre em história; Regina Joselita dos Santos, chefe de setor de Arquivo Intermediário e biblioteconomista faz parte do projeto. Os servidores atuam na Diretoria de Gestão da Informação, Documentos e Atendimento ao Cidadão. Eles também organizam a mostra. O livro tem introdução de Antonio Carlos Galdino, coordenador do Arquivo Municipal.

“Queremos contar histórias da cidade a partir da documentação do arquivo, com um recorte por temas e por regiões. Algumas dessas histórias já são conhecidas da população, outras nem tanto. Será uma oportunidade também para, além do público externo, mostrar aos servidores a importância da gestão dos documentos. Somos nós, os servidores, que produzimos as informações que se transformarão em história, no futuro”, disse Rita. 

Entre os temas abordados nos painéis estão arte, diversão, cultura, memória negra e desenvolvimento urbano. A parte dos distritos traz pontos importantes de sua história em uma narrativa mais linear. Entre os exemplos estão a urbanização das regiões retratadas. “O Campo Grande é um dos bairros mais antigos da cidade, mas a maior parte de sua história foi rural, com a transformação em área urbana iniciando na década de 1950. Já em Barão Geraldo, essa mudança começa nos anos 1940. Isso é contado por meio dos documentos do acervo que também traz o histórico da economia, das grandes fazendas, da imigração e da transição do trabalho escravo para o livre”, contou Bruno. 

No ano em que Campinas completa 250 anos, os painéis também trazem outras histórias de momentos marcantes como a comemoração dupla do bicentenário da cidade; a epidemia de febre amarela; as origens da Orquestra Sinfônica Municipal; a transformação das grandes terras em loteamentos; o plano de desenvolvimento urbano de Prestes Maia; e a evolução dos meios e vias de transporte. 

O Arquivo 

O Arquivo Municipal tem atualmente sob sua custódia um acervo arquivístico de mais de 2 milhões de documentos, com datas-limite de 1867 a 2003, a maioria provenientes do governo municipal e algumas coleções privadas, entre as quais as de Francisco Glicério, Ruyrillo Magalhães e Barão de Itatiba. Podem-se destacar documentos do início do período republicano brasileiro, cobrindo toda a primeira metade do século 20. Entre eles, destacam-se os documentos e registros relativos ao urbanismo, com especial menção à série “Processos de licença para obras de edificações”, a mais consultada do Arquivo, com data inicial de janeiro de 1893, e que coincide com o primórdio da implantação do Poder Executivo Municipal, criado pela lei n° 1 de 12 de outubro de 1892.

O Arquivo Municipal de Campinas realiza os atendimentos a pesquisadores na Unidade Swiss Park, mediante contato e agendamento prévio pelo Setor de Pesquisa e Divulgação. Acesse https://campinas.sp.gov.br/sites/arquivomunicipal/atendimento-pesquisadores para saber como utilizar o serviço. 

Exposição Histórias da cidade no acervo do Arquivo Municipal de Campinas e lançamento do livro de mesmo nome

Data: 11/07/2024 (quinta-feira)
Horário: 10h
Mostra poderá ser visitada das 8h às 17h até 31 de julho
Local: Salão Vermelho do Paço Municipal de Campinas (lançamento)
Saguão do Paço (exposição)
Endereço: avenida Anchieta, 200
Aberto ao público e sem necessidade de inscrição prévia

A partir do dia 25 de julho (quinta-feira), mostra nos Agilizas
Horário: 8h às 16h
Agiliza Sousas
Rua Humaitá, 144, Sousas
Agiliza Campo Grande 
Rua Manoel Machado Pereira, 902 – ao lado da Praça da Concórdia
Agiliza Barão Geraldo
Rua Luiz Vicentin, 195, ao lado da Subprefeitura de Barão Geraldo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe esse Artigo:

spot_imgspot_img

Últimas Notícias

Artigos Relacionados
Relacionados

Arquivo Municipal abre e exposição e lança livro no Paço Municipal

O Paço Municipal recebeu na manhã desta quinta-feira, dia...

Prorrogadas para o dia 17 as inscrições para o Concurso Estímulo para Cantores líricos

As inscrições para a 17ª edição do Concurso Estímulo...

Centro Cultural Casarão recebe companhia de teatro nos dias 22, 23 e 29/6

A Cia do Flores, companhia de teatro do ABC...
Open chat
Quer anunciar ligue (19) 99318-9811
Redação (19) 99253-6363